Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

A evolução das Copas

Almanaque da Bola #417
João Nassif
Por João Nassif 13/09/2019 - 10:11

A Copa do Mundo de futebol com o passar dos anos foi aumentando gradativamente o número de seleções participantes em sua fase final, atualmente são 32, mas a FIFA prometeu para o Mundial de 2026 a presença de 48 seleções.

Nas primeiras Copas de história houve grande variação no número de participantes que somente se estabilizou a partir da 5ª edição em 1954 tendo a Suíça como país sede.

Alemanha Ocidental x Uruguai (Copa de 1954)

A prioridade sempre foi para centros mais avançados onde se jogava um futebol mais competitivo e com jogadores de maior qualidade. A FIFA sempre dedicou um número maior de vagas para países da Europa e da América do Sul.

Somente a partir da década de 1970 é que começaram surgir países de outros continentes e aos poucos a entidade foi aumentando a participação de seleções emergentes da América do Norte e Central, da África e da Ásia.

A universalização do esporte foi mostrando a força do futebol nestes continentes com a importação de muitos de seus grandes jogadores prioritariamente para a Europa onde os clubes dispõem de maior poder aquisitivo.

Com esta integração as próprias seleções dos países desses atletas foram inseridas no cenário internacional e buscando espaços nas Copas do Mundo em número igual, por exemplo, aos da América do Sul. 

Alguns ainda passam por repescagem para conseguir a vaga, mas já se nota um avanço na relação e certamente em breve poderemos ter surpresas nas decisões dos Mundiais de Futebol.
 

4oito

Deixe seu comentário