Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

A estreia do Criciúma na série B de 2002

Almanaque da Bola #731
João Nassif
Por João Nassif 23/07/2020 - 09:36

A campanha do Criciúma na série B de 2002 teve início no dia 11 de agosto e a revista “Mais uma estrela” registrou da seguinte forma:

“Poucos acreditavam que no dia 11 de agosto, o Criciúma estaria iniciando uma trajetória que culminaria com o acesso à primeira divisão do futebol brasileiro.

Naquele domingo, na estreia contra o Jundiaí, ainda não havia um time definido: o técnico não tinha em mãos todos os jogadores e pelo planejamento traçado o grupo atingiria seu melhor condicionamento após a quarta ou quinta rodada.

O Jundiaí vinha credenciado, inclusive com a expectativa de que seria um dos classificados. O Criciúma definiu a vitória no primeiro tempo com dois gols de Delmer. O Jundiaí cresceu na etapa final, não o suficiente para ameaçar o resultado, apesar do pênalti perdido no final do jogo.

Edson Gaúcho, por reclamação foi expulso no primeiro tempo.

Vários times venceram na primeira rodada, pelos critérios, o Criciúma terminou em primeiro junto com o XV de Piracicaba”.

O Etti-Jundiaí havia sido campeão da série C em 2001

O Criciúma jogou com Roberto, Paulo César Baier, Luciano, Turato, Alonso; Edinho, Cléber Gaúcho, Paulo César, Dejair (Juca); Carlos Henrique (Cléber Orleans) e Delmer.

O árbitro foi o gaúcho Fabrício Neves Correa e o atacante Marcinho do Jundiaí chutou para fora um pênalti aos 45 do segundo tempo.

No rodapé da página 15 que registrou a estreia do Criciúma, uma mensagem da comissão técnica: “O atleta vitorioso é o que cria resultado e um ambiente competitivo”. 
 

4oito

Deixe seu comentário