Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Os projetos que gostaríamos de ver nos candidatos das eleições

Archimedes Naspolini Filho
Por Archimedes Naspolini Filho 11/08/2020 - 09:25

Praticamente três meses nos separam do grande evento político do ano: as eleições de 15 de novembro. E todos estamos mais do que informados: nessas eleições escolheremos um novo prefeito e uma nova composição para a Câmara de Vereadores.

Nossa emissora, por iniciativa dos comunicadores José Adelor Lessa e Dênis Luciano tem se preocupado em trazer ao público depoimentos de diversos pré-candidatos deste e dos municípios circunvizinhos. E isto é muito salutar se entendermos que há necessidade de sabermos o que pensam aqueles que querem nos administrar a partir do próximo janeiro.

E estamos começando a nos perguntar: que cidade queremos depois dessa brutal pandemia? Que perfil deverá ter a pessoa que merecerá o nosso voto de confiança para realizar o que imaginamos? Qual, dos nomes que estão à baila, terá melhores condições de enfrentar as incertezas do pós pandemia? Qual desses candidatos todos está preparado para discutir, em qualquer mesa, as potencialidades locais e regionais e reivindicar a nosso favor?

Certamente, cada um de nós elege uma série de prioridades que gostaria de ver realizadas num quadriênio. E tais prioridades transitam por todos os segmentos do dia-a-dia com maior ou menor ênfase.

Particularmente, eu gostaria de votar num candidato que se comprometesse a soerguer nossa economia, há muito estagnada e, com a pandemia, diminuindo visível e preocupantemente, mês a mês. 

Num candidato que se comprometesse a constituir uma comissão de pessoas altamente qualificadas para elaborar o diagnóstico local e microrregional de nossas potencialidades não exploradas, de nossas potencialidades falidas e das nossas potencialidades futuristas. 

Pra quê? Pra mostrar ao empreendedor, local, regional, nacional e internacional, a viabilidade de bons negócios investindo aqui o seu capital.

Uma comissão que fale alto e de peito erguido, em qualquer fórum, defendendo, com absoluto domínio do assunto, as potencialidades diagnosticadas.

Uma comissão que se desdobre entre os vários segmentos produtivos, com força para o setor da logística, da mobilidade urbana, do turismo e das vocações empreendedoristas latentes de nossas praças e, quando falo de nossas praças, refiro-me a Criciúma e aos municípios que lhe fazem moldura.

Sem essa de afirmar que “vamos lutar para implantar um plano diretor de ocupação espacial das margens da Via Rápida e das margens da BR-101” isso é proselitismo acadêmico. Sem essa de dizer que “vamos trabalhar no sentido de profissionalizar a mão de obra reclamada pelos setores primário, secundário e terciário de nossa economia”. 

Não! Nós, os eleitores, merecemos ouvir, de um bom candidato, que ele discutirá com a população um plano diretor de desenvolvimento e ocupação das margens das nossas principais rodovias e que o esboço de tal discussão faz parte do seu plano de governo, impresso e distribuído ao povo. Comprometimento!

Nós, os eleitores, merecemos ouvir de um bom candidato, que os números que nos são apresentados, são fruto de extensos estudos da equipe de técnicos que o assessora antes das eleições e que, certamente, o assessorará a partir de janeiro, como prefeito do município.

Sem essa de vir ao eleitor prometendo enxugar a máquina administrativa, que diminuirá ou aumentará o número de secretarias, que vai diminuir os gastos com a manutenção do paço municipal, que vai dar uniforme aos estudantes de rede municipal de ensino, que a elaboração da merenda escolar será supervisionada por um nutricionista. Isso é pequeno demais para uma pessoa que se diz preparada para governar um município, seja ele Criciúma, o maior, ou Treviso, o menor da microrregião.

Nós, os eleitores, merecemos ouvir um candidato que nos mostre, com convicção, o modus operandi que empregará para sairmos da crise e para voltarmos a crescer. Esse candidato, com certeza, terá o nosso voto.

Agora se for para votar na melhor empresa de mudanças da região, os votos serão unânimes a favor da Lemos Mudanças que, depois de mais de 40 anos de serviços prestados, apresenta o que há de mais ousado no mercado imobiliário: O Lemos Self Storage, para você guardar arquivo morto, mobília em desuso, coleções de qualquer coisa. A Lemos guarda isso tudo, com muito cuidado, com seguro contra praga, com valor de locação inacreditável. Eu falei: Lemos Self Storage.

E que todos comecemos o dia como queremos termina-lo! Bom dia!

4oito

Deixe seu comentário