Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Crônica da Cidade

Archimedes Naspolini Filho
Por Archimedes Naspolini Filho 18/08/2020 - 06:58

Busco na edição que circulou na semana de 6 a 13 de março de 1965, do nosso saudoso semanário Tribuna Criciumense, os tópicos de publicações que dão um mergulho no passado e se transformam na Crônica da Cidade de hoje. 

PREFEITURA ATRAVESSA GRAVE CRISE FINANCEIRA – Grave crise financeira atravessa a nossa municipalidade. Aliás, o mesmo sucede com os demais municípios da Região. Acontece que, justamente nos primeiros meses do ano quando não foi iniciada a fase maior das arrecadações, o nosso Município não tem recebido a percentagem sobre o carvão que, nos anos anteriores, sempre ajudou a equilibrar a balança. Até outubro adotou-se um critério através do qual os cofres municipais recebiam a sua cota parte, o royalty. A 12 de outubro de 1964 foi aprovada a lei do imposto único sobre minerais que, porém, não foi posta em execução imediatamente, devendo ser regulamentada nos noventa dias após a sua publicação. A extração do carvão mineral rendia uma boa fatia aos cofres do município minerador, era o royalty sobre o valor de sua comercialização. Em outubro de 64, todavia, foi aprovada a Lei do Imposto Único Sobre Minerais e aquele royalty desapareceu. E deixou os municípios do carvão em situação de penúria.

EMBARGADAS AS OBRAS DO NOVO CINEMA – A majestosa construção do novo cinema de Criciúma teve suas obras paralisadas uma vez que o Posto de Saúde não se pronunciou e, oficialmente, comunicou à prefeitura que, no entender da autoridade sanitária o cinema deveria possuir portas laterais com saída para o exterior, o que não ocorre com a obra em questão. O Sr. Prefeito, objetivando dar uma solução, designou uma comissão composta pelos engenheiros Ayrton Brandão, Ijair Conti e Hélio Costa que, após apreciar a questão, opinará sobre o assunto. E o Cine Ópera foi construído sem as portas de saída de emergência.

MANCHETES DE FUTEBOL – METROPOL TROCARÁ IDÉZIO POR NILZO, DO INTERNACIONAL – VALMIR VIRÁ PARA O METROPOL – GAIOLA JÁ PERTENCE AO MARCILIO DIAS – SÉRGIO, DO FIGUEIRENSE, NA MIRA DO COMERCIÁRIO – TUDO CERTO ENTRE SILVIO E A TUPY – RIO BRANCO INTERESSADO EM DORINHO – MAURO VAI PROCURAR CLUBE – PAULINHO RENOVOU COM O ATLÉTICO. INTER, DE LAGES, E HERCILIO, DE TUBARÃO, AMEAÇAM SE RETIRAR DO CAMPEONATO. 

Esta e as demais crônicas vão ao ar na Rádio Som Maior. E eu retornarei amanhã. Até lá amigos e um abraço do meu tamanho!

4oito

Deixe seu comentário