Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Crônica da Cidade

Archimedes Naspolini Filho
Por Archimedes Naspolini Filho 01/07/2020 - 07:03Atualizado em 02/07/2020 - 15:55

Continuo buscando, na edição que circulou na semana de 5 a 12 de dezembro de 1964, do nosso saudoso semanário Tribuna Criciumense, os tópicos de publicações que dão um mergulho no passado e se transformam na Crônica da Cidade de hoje. 

ASSIS BRASIL INTERROGADO – O ex-general Argemiro de Assis Brasil, que foi chefe do Gabinete Militar do deposto presidente João Goulart, deverá voltar a depor na Dops, o que não ocorreu devido ao estado de saúde de sua esposa. O ex-general foi detido terça-feira última e submetido a longo interrogatório na polícia, com duração superior a oito horas. A o anoitecer teve permissão para se deslocar até sua residência, a fim de jantar, regressando – mais tarde – ao DPC, de onde somente se retirou à meia noite.

UMAS E OUTRAS DO ESPORTE – Em sua coluna semanal Milioli Neto dava conta de que METROPOL, Próspera e Comerciário participarão da grande tarde esportiva cuja arrecadação será revertida a favor do asilo dos velhinhos. O avante MADUREIRA do Metropol, que viajou para a Guanabara, atendendo chamado de familiares, retornará somente em princípios de janeiro. O TORNEIO DA MORTE, com três clubes disputando duas vagas, atingirá seu final na tarde de amanhã. Marcilio e Figueirense já estão, praticamente, classificados, ficando de fora o Ferroviário, de Tubarão. Com o treinador Don André de férias, o Treviso jogou e venceu domingo, em Imbituba, ao time local do Atlético, por 4 x 1. PAULO SOUZA do Metropol, será negociado com o Grêmio Porto-alegrense após o estadual. Além de uma compensação em dinheiro o Metropol receberá, em troca, dois ou três juvenis do tricolor gaúcho.

QUARTEL EM CRICIÚMA – Ocupando a tribuna o deputado federal Diomício Freitas apresentou as razões pelas quais nossa cidade necessita da instalação de um quartel. Entre elas citou o fato de ser, Criciúma, um dos mais importantes municípios do Estado, maios centro de produção carbonífera garantindo, assim, trabalho para centenas de operários e representando o sustento de milhares de famílias. Não obstante Criciúma está isolada. Não há estrada federal e os outros meios de comunicação são deficientes sendo de notar que dista, da capital, em 220km. Para a instalação de um quartel não faltariam áreas suficientes e outras facilidades.  Ao finalizar o seu pronunciamento o deputado afirmou que os catarinenses terão imenso prazer em receber a visita do ministro da Guerra, General Arthur da Costa e Silva e que, caso viesse a visitar a região carbonífera, essa autoridade poderia verificar, de perto, a necessidade de ser instalado um quartel em nossa cidade. Na realidade o que o deputado Diomício Freitas pleiteava era a vinda de uma unidade do Exército Nacional.

Esta e as demais crônicas estão no meu blog, no Portal 4oito.com.br. E eu retornarei amanhã. Até lá amigos e um abraço do meu tamanho!

4oito

Deixe seu comentário