Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

PP vai denunciar Julio Colombo no MP se der posse para Angela Mello

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 26/07/2018 - 05:58Atualizado em 26/07/2018 - 09:12

O presidente da Câmara de Criciúma, vereador Julio Colombo, PSB, será denunciado ao Ministério Público pelo PP se consumar o ato de posse para a suplente Ângela Mello, ex-PP, hoje no MDB.

O anúncio foi feito ontem à noite pelo advogado do PP, Alexandro Abreu.

Ele já comunicou ao Tribunal Regional Eleitoral da intenção do presidente Colombo, pelo seu entendimento, de “desrespeitar decisão judicial”, exarada pelo próprio TRE.

Ontem, Colombo expediu convocação e programou posse para hoje à tarde da suplente Ângela Mello na vaga do ex-vereador Daniel Freitas, PSL, que renunciou durante a sessão de terça-feira.

Colombo disse que a Câmara não foi ainda notificada formal e oficialmente da decisão do TRE de mandar dar posse ao segundo suplente do PP, Edson Nascimento, o Paiol, e diz que vai seguir o regimento interno.

Ontem à tarde, Paiol protocolou na Câmara a decisão do TRE no julgamento de Daniel Freitas, que por unanimidade determinou perda do mandato, pela troca de partido, e posse do suplente que esteja filiado ao partido, no caso Edson Paiol, o segundo suplente.

Colombo entende que os documentos não são oficiais e por isso não tem validade. Não se trata de notificação do TRE.

Alessandro Abreu afirma que a postura de Julio Colombo é política e que isso pode caracterizar crime de responsabilidade, por descumprimento a ordem judicial.

Ele lembra que o próprio Daniel Freitas, no seu discurso de renúncia na tribuna da Câmara, afirma que não concorda, mas acata decisão do Tribunal.

“Ele não pode alegar desconhecimento da decisão judicial, mas na dúvida deveria ao menos fazer uma consulta ao TRE”, acrescenta.


No plenário

Em paralelo à questão jurídica, que deve ser resolvida no Poder Judiciário, a posse de Angela Mello na Câmara de Criciúma vai colocar o MDB na condição de maior bancada, junto com o PSDB, ambos com cinco vereadores.

Alem disso, vai fazer a deputada Ada de Luca voltar a ter um “representante" na bancada do partido.

De outro lado, se Paiol assumir o PP voltará a ter dois vereadores. Até lá, ficará apenas com Miri Dagostim.


Não existe

O governador Eduardo Moreira, que está no exterior, reagiu ontem com uma risada ao telefone quando informado sobre especulação de que pode voltar a se colocar como candidato à reeleição.

“Isso é maluquice, não existe nenhuma possibilidade, chance zero, nunca pensei nisso, nunca falei sobre isso”, arrematou.

Eduardo sugeriu que a especulação pode ser “obra" de quem pretende tumultuar o processo e prejudicar as articulações encaminhadas por Mauro Mariani, candidato do MDB ao Governo.

“Eu vou trabalhar para encerrar o mandato da melhor forma e ajudar o Mauro na campanha”, completou.


Boeira para vice

PP do Sul do Estado aprovou ontem à ontem a indicação do deputado federal Jorge Boeira como candidato a vice de Gelson Merisio, na aliança com o PSD.

Decisão foi tomada durante reunião em Tubarão com seus prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, dirigentes municipais do partido e dois candidatos a deputado (Pepe Colaço e Lei Alexandre).

Os dois deputados estaduais do partido no sul, Valmir Comin e José Milton, não participaram.

O prefeito Joares Ponticelli, que coordenou a reunião, destacou que o movimento nao é para confrontar, nem afrontar. É de apoio a aliança PP-PSD e, na eventualidade da segunda ao PP na chapa majoritária, a indicação do deputado Boeira é reflexo da força do partido no sul.

Proposta será levada a convenção estadual do PP, no sábado, em Florianópolis.


Esperidião ao senado

Os últimos movimentos deixam evidente que Esperidião Amin deve recuar de intenção de disputar o Governo e encaminhar candidatura ao Senado na convenção do PP, no sábado.

Por consequência, o PP vai confirmar apoio à candidatura de Gelson Merisio, PSD, a governador.


O caminho de JP

O prefeito Clesio Salvaro conversou várias vezes por telefone com o deputado João Paulo Kleinübing, DEM, nos ultimas dias. Ontem à noite, ele disse acreditar que João poderá ser o vice de Paulo Bauer ao governo, na aliança PSDB-DEM, seguindo acordo nacional.


O caminho 2

João Paulo Kleinübing está em Brasilia desde segunda-feira e em reuniões praticamente todo o tempo. Inclusive com a direção do seu partido, o DEM, e com dirigentes nacionais de outros partidos.

Quando não está em reunião, está ao telefone. É praticamente a última peça a se movimentar para definir o tabuleiro da eleição.

Ele terá que decidir entre três possibilidades - vice de Paulo Bauer/PSDB, vice de Mauro Mariani/MDB ou vice de Merisio/PSD. E ainda tem a possibilidade (mesmo que remota) de bancar candidatura própria ao governo.


Paulo mantêm Geovania

Mesmo que a deputada Geovania de Sá tenha comunicado de forma clara e enfática na reunião com a executiva estadual do PSDB, terça-feira, que não será candidata a vice-governadora, o senador Paulo Bauer, candidato ao governo, repetiu ontem que ela será candidata, no caso de o partido disputar a eleição com chapa pura.

Geovania cumpriu roteiro de campanha para reeleição a federal durante todo o dia de ontem na região.

Os seus aliados e familiares garagem que ela não será candidata a vice.

A convenção estadual do PSDB será realizada no domingo, em Joinville.


Lembrando LHS

Ivette Appel da Silveira participou de reunião em Joinville com o deputado federal Mauro Mariani, candidato ao Governo pelo MDB (foto).

“Dona" Ivette é viuva do ex-governador Luis Henrique da Silveira. Ela fez discurso e disse que vai “cair na campanha”.


Clareando a política

O jornalista Nícola Martins e o advogado Luiz Eduardo Conti fizeram palestra na terça-feira, em Orleans, sobre o cenário político e econômico para eleição e os meses seguintes.

4oito

Deixe seu comentário