Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Pesquisa IPC: Bolsonaro cresce e Haddad é segundo. Merisio passa Mauro e Décio lidera

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 18/09/2018 - 05:59Atualizado em 18/09/2018 - 08:48

A pesquisa do Instituto IPC em Criciuma apresenta números surpreendentes, que confirmam como a eleição de 2018 é diferente de todas as outras.

O percentual de João Amoedo, do Novo, por exemplo. Ele tem apenas 4,64% das intenções de voto. É muito pouco. Mas, está na frente de Geraldo Alckmin, PSDB (4,16%), Ciro Gomes, PDT (4,48%), Marina Silva, Rede (2,88%) e Henrique Meirelles, MDB (1,76%).

Entre Amoêdo e Jair Bolsonaro, PSL, o “campeão” das intenções de votos, só tem Fernando Haddad, PT (8%). Que entrou “ontem" e já é vice. Só porque passou a ser o “candidato do Lula”.

Detalhe - Lula tinha 18.08% na pesquisa de agosto. A mostrar que Haddad ainda tem espaço de crescimento.

Mas, Bolsonaro tem em Criciúma nada menos que 46,88%. Se a eleição fosse municipal, ele ganharia no primeiro turno. 

Na pesquisa de agosto, Bolsonaro tinha 34,4%. Em um mês, cresceu praticamente 12 pontos. Fenômeno!

A pesquisa também chama a atenção para o desempenho pífio de Alckmin, candidato a presidente do prefeito Clesio Salvaro, PSDB, e do governador Eduardo Moreira.

E o Meirelles? Menos de 2%!

Quanto a eleição estadual, a pesquisa do IPC em Criciúma respalda as criticas internas que vem sendo feitas no MDB contra a condução da campanha de Mauro Mariani, MDB, e principalmente os seus programas radio e televisão, que estão muito ruins.

Mauro era segundo colocado em agosto, na frente da Gelson Merisio, PSD, com mais de dois pontos.

Hoje, Merisio está na frente de Mauro com mais de 1 ponto. Tecnicamente estão empatados. Mas, o importante a identificar é o crescimento de Merisio. Ele dobrou suas intenções de votos.

Mas os dois continuam atrás de Décio Lima, PT. 

E o PT não nenhum vereador na cidade, nem deputado, e acabou de reorganizar o partido para a eleição.

Em torno de Mauro e Merisio estão os principais e mais tradicionais partidos da cidade, com quase todos os vereadores e deputados, mais o governador e o prefeito.


Nanicos

Como o PT reduziu muito em Criciúma, é possível afirmar que os líderes na pesquisa do Instituto IPC em Criciuma para presidente e governador são de pequenos partidos. Para não dizer “nanicos”.

PSL é novo, nunca participou de eleição municipal, e o PT não conseguiu eleger vereador.


Em sintonia

A pesquisa de Criciúma sobre intenção de votos para presidente está em sintonia com as pesquisas nacionais que estão divulgadas desde o fim de semana.

Bolsonaro lidera com folga, está com vaga assegurada no segundo turno, e Haddad se coloca em segundo, passando Ciro, Marina Silva despenca e Alckmin não sai do chão.


Aberta

Um dado que chama a atenção na pesquisa do IPC é o elevado percentual ainda de eleitores indecisos, indefinidos ou dispostos a não votar em nenhum deles. A soma dá quase 50%.

É possível afirmar, diante de um percentual tão elevado, que a eleição está aberta. Qualquer um dos três tem reais possibilidades de passar para o segundo turno.

E não pode ser descartado o Comandante Moisés, PSL, que está 7.04%, perto de Mauro Mariani e Gelson Merisio.


Maneca indeferido

Manoel Dias, o Maneca, candidato a deputado federal pelo PDT, teve seu pedido de registro de candidatura indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral. A razão foi o julgamento de contas irregulares do PDT de Santa Catarina, presidido por Manoel Dias.


Candidatura mantida

Porém, a candidatura de Manoel Dias está mantida e o recurso será protocolado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O PDT estadual emitiu nota oficial na qual diz respeitar a decisão do TRE, mas que a mesma não segue o entendimento do Tribunal Superior Eleitoral onde acreditam reverter a decisão.


João Rodrigues barrado

Candidato à reeleição, o deputado federal João Rodrigues (PSD) também foi barrado pelo TRE. O motivo foi sua condenação em segunda instância, o que o impede pela Lei da Ficha Limpa. Rodrigues foi condenado a cinco anos e três meses de prisão por irregularidades em licitação quando assumiu interinamente a Prefeitura de Pinhalzinho. Ele cumpria pena em regime semiaberto na Papuda, em Brasília, em agosto uma liminar do Superior Tribunal de Justiça permitiu que ele voltasse a Santa Catarina, mas foi revogada por decisão do Supremo Tribunal Federal. A expectativa do candidato é que sua condenação seja revista em recurso no STF nas próximas horas.


Debate DCE

O Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Unesc realizou, na noite de ontem, debate com os candidatos a deputado estadual. Comparecerem Rodrigo Minotto (PDT), Luiz Fernando Vampiro (MDB), Lisiane Tuon (DEM), Fernando Barbosa (Rede), Wanderlei Amora (PSL), Lei Alexandre (PP), Gilmar Axé (PSOL), Sayonara (PT), Rafaela Brito (PSTU), Tati Teixeira (PPS), Walter Jobin (PSDB), Lauro Nogueira (PT) e Valmir Comin (PP). O auditório Ruy Hülse ficou lotado.

O convite foi enviado a todos os partidos do estado. Na quinta-feira será realizado debate com os candidatos a deputado federal e senadores. Com os concorrentes ao Governo do Estado foi cancelado.


Com flores

As mulheres do Partido dos Trabalhadores irão realizar um ato, na sexta-feira, na região central de Florianópolis para recepcionar a primavera e espelhar flores. Há articulação para que a candidata a vice de Fernando Haddad, Manuela D’Ávila, esteja presente. Mas, ela estará hoje na Capital catarinense com Haddad.


Adiado

Por pedido dos representantes dos servidores públicos municipais de Araranguá, que solicitam mais prazo para estudar o projeto de lei que estabelece mudanças no plano de cargos e salários o presidente do Legislativo, Daniel Viriato Afonso, decidiu adiar por mais alguns dias a votação da proposta do Executivo.


Reconhecimento

O tenente-coronel, Evandro de Andrade Fraga, que deixará o comando do 9°Batalhão da Polícia Militar, no próximo dia 28 de setembro, foi homenageado pelos empresários com uma placa em reconhecimento ao trabalho desenvolvimento na cidade, ontem, na reunião da diretoria da ACIC. Recebeu a placa do presidente Moacir Dagostin (foto). O novo ocupante do cargo, o tenente-coronel Cristian Dimitri Fagundes, que hoje atua como Chefe do Estado Maior da 6ª Região de Polícia Militar (RPM), o comandante da 6° Região, coronel Cosme Manique Barreto e o tenente Giovani Fagundes, além do coronel Márcio Cabral estiveram presentes.

4oito

Deixe seu comentário