Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Os dilemas de PP e MDB em Criciúma

Os dois partidos estão com problemas internos para resolver
Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 29/08/2019 - 18:38Atualizado em 29/08/2019 - 18:40

As articulações em Criciúma para as eleições do ano que vem estão em curso. Claro que o momento é de fazer gestão, administrar pela cidade, tem muitos problemas para resolver. Tem muitas questões que precisam de atenção. Mas é claro que no ano anterior da eleição é inevitável tratar de eleição. Os partidos estão se mexendo. Eduardo Moreira veio ontem apaziguar o MDB. Salvo melhor juízo, ele deu um breque de arrumação. Ele volta na próxima semana.

O que há no MDB é semelhante ao que há no PP. São partidos tradicionais que estão divididos, entre os que querem e os que não querem apoiar Clésio Salvaro. Antes essa discussão era somente do PP, agora é no MDB, que já tem três vereadores alinhados com o prefeito. Entre as lideranças do partido tem um grupo forte, com nomes importantes que defendem uma aliança proporcional e sem candidato a prefeito. É isso que está fazendo o advogado Jefferson Monteiro pensar em continuar ou não. Tem convite do PL.

No PP mudam os atores mas o enredo é o mesmo. Enquanto isso o prefeito Salvaro vai surfando com absoluta tranquilidade. Se os partidos continuarem nessa batida, Salvaro não terá adversário para a eleição do ano que vem. Ainda tem muita água para passar debaixo da ponte. Para onde se movimentará, e de onde virá o tiro, não se sabe.

O PP fez reunião ontem para tentar entendimento depois daquela eleição tumultuada que elegeu o presidente Paulo Conti. O vice renunciou horas depois. Depois disso, o vice que seria vice, Miguel Pierini, não voltou às reuniões, e há um movimento para fazer de novo a eleição da Executiva. Pela conversa de ontem, não deve fazer nova eleição. Deve continuar Paulo Conti como presidente e aí os demais grupos acabam compondo as outras vagas.

No MDB havia um compromisso do atual presidente de fazer uma convenção, um novo diretório, uma nova Executiva no dia 23 de agosto. Não fez. Há uma movimentação estranha no MDB também. Os dois partidos tradicionais estão se movimentando. O PP, que esteve mais estremecido, parece que há uma luz no fim do túnel. Mas no MDB as coisas estão ainda muito estranhas, há muitas nuvens carregadas no ar, não se sabe o que vem dali.

4oito

Deixe seu comentário