Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

O peso político da vitória de Piacentini

Volnei Piacentini foi reeleito no sábado presidente da Certrel
Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 14/02/2021 - 18:42Atualizado em 14/02/2021 - 18:56

A primeira leitura de mais uma reeleição de Volnei Piacentini para presidente da Certrel, a cooperativa de Treviso, é que o cooperado/eleitoral está satisfeito com o seu trabalho (mais de 30 anos no cargo).
Mas, a leitura política da eleição faz mais expressiva a vitoria.

Praticamente sozinho, Piacentini derrotou uma aliança política muito forte que estava engajada com a chapa de oposição, liderada por Helio Cesa, o Alemão, ex-prefeito de Sideropolis.

A aliança teve políticos do PSDB, MDB e PSD.

Os principais envolvidos na oposição foram os prefeitos Clesio Salvaro, Criciúma, Franqui Salvaro, Sideropolis, e Valerio Moretti, Treviso, mais o ex-deputado Cleiton Salvaro, o ex-prefeito Guinga Warmling, Siderópolis, e Jorge Fontanela, que foi vice-presidente de Piacentini até ontem.

Ao lado de Piacentini, além de aliados e familiares, praticamente só estavam a ex-prefeita de Treviso Lucia Cimolin e o ex-deputado Doia Guglielmi, que coordenou a campanha. 

Em síntese, Piacentini derrotou três prefeitos, dois ex-prefeitos, um ex-deputado e a principal representação do poder econômico.

4oito

Deixe seu comentário