Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Nova Veneza faz mesma cobrança que Criciúma

Prefeito Frigo ajuíza ação para reaver comissão paga a uma empresa de Tubarão que prometia compensar impostos
Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 09/07/2019 - 18:39Atualizado em 09/07/2019 - 18:45

Prefeitura de Nova Veneza dará mesmo encaminhamento que a de Criciúma, no sentido de reaver recursos pagos para uma empresa de Tubarão para compensação de INSS que teria sido pago a mais. A tal empresa se comprometeu a conseguir a compensação, no caso de Nova Veneza algo em torno de R$ 3 milhões, com isso a empresa teria 20% de comissão do valor compensado. Mas a comissão foi paga antes de encerrada a operação, e depois a Receita Federal negou a transação. No caso de Nova Veneza, comissão em torno de R$ 500 mil à época, no fim do governo passado. Em Criciúma, muito mais.

O prefeito Rogério Frigo disse que vai ajuizar ação até por exigência do Ministério Público, que cobrou postura do ordenador primário, pois não foi feita a compensação mas foi paga a comissão. Frigo já acionou a assessoria jurídica.

O voto de Geovania

Há muita expectativa sobre o voto da deputada Geovania de Sá na reforma da Previdência. Ela ainda não abriu formalmente o voto, mas é certo, ela vai votar a favor, deve fazer um voto crítico, principalmente em pontos que não quebram privilégios. Geovania vai seguir a orientação partidária, sob pena até de ser punida se não votar. Ela deve anunciar isso até amanhã. Já eram certos os votos de Daniel Freitas e Ricardo Guidi. Os três do sul votarão a favor da reforma.

A condenação no TJ

Saiu decisão do TJ condenando o ex-secretário da Fazenda, Miguel Mastella, e o ex-pró-reitor da Unesc, Dourival Giassi, já exonerado da Unesc, os dois condenados por desvios de recursos do município. Isso foi desvendado por uma CPI feita na Câmara. Mastella era secretário municipal e Dourival era o pró-reitor de questões financeiras. O desvio consolidado em operação entre os dois. A CPI fez sua conclusão, o MP ofereceu denúncia, o juiz deu sentença e os dois estão condenados a devolver R$ 1 milhão.

 

4oito

Deixe seu comentário