Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

No TRE - Mariano absolvido

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 30/08/2017 - 18:24Atualizado em 30/08/2017 - 18:35

Tribunal Regional Eleitoral decidiu por 6 votos a 1 pela improcedência da denúncia em processo que pedia a cassação de mandato do prefeito de Araranguá, Mariano Mazzuco, PP, e do seu vice, Primo Menegalli Junior, PR, por suposta compra de votos na eleição de 2016.

O julgamento havia iniciado faz 10 dias com o voto do relator pelo acolhimento da denúncia, cassação do mandato e convocação de nova eleição. Na sequencia, o juiz Cesar Mimoso Ruiz de Abreu pediu vista do processo e o devolveu nesta quarta-feira para conclusão do julgamento.

No seu voto, Cesar de Abreu defendeu o arquivameto da denúncia por falta de uma prova robusta.  Disse que o processo trata apenas do testemunho de um eleitor, que deu depoimentos diferentes na policia e na justiça. Ele foi seguido pelos outros juizes.

Cesar de Abreu ja foi juiz de direito em Araranguá, na década de 80, e presidiu o TRE na eleição de 2016.

O advogado de Mariano e Primo Junior foi Pierri Vanderlinde, de Criciúma.

   

 

4oito

Deixe seu comentário