Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Câmara aprova projeto que MP pediu que não fosse votado

Projeto do executivo trata de contratações temporárias
Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 13/07/2021 - 19:45Atualizado em 13/07/2021 - 20:01

Os vereadores de Criciúma aprovaram por 13 votos a favor e uma abstenção o projeto de lei encaminhado pelo executivo que trata da liberação de contratações temporárias.

O projeto gerou polêmica e movimentou o ambiente na Câmara de Vereadores pela posição assumida pelo Ministério Público.

O MP questionou itens do projeto e chegou a sinalizar com a possibilidade de ingressar na Justiça com uma ADIN (ação direta de inconstitucionalidade).

No final da tarde, poucos minutos antes da sessão, MP formalizou pedido para que o projeto fosse retirado da pauta da sessão de hoje (abaixo ofício encaminhado à Câmara).

Seguiram-se muitas reuniões na Câmara e na Prefeitura.

Secretários do Governo Salvaro (Tita Beloli, Vaguinho Espíndola e Acelio Casagrande) foram na Câmara para tentar convencer os vereadores a aprovar o projeto.

Tita disse numa das reuniões com os vereadores: "se não aprovar o projeto, a cidade vai parar".

A sessão foi suspensa para ultimas reuniões.

Confira o ofício na íntegra:

4oito

Deixe seu comentário