Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Absurdo: Vacina só depois do dia 23!

Criciúma está com vacinação suspensa desde terça-feira
Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 19/02/2021 - 05:01Atualizado em 19/02/2021 - 05:02

Casos de pandemia subindo (de novo), médicos e técnicos assustados, projeções perigosas, e não tem vacina. Inacreditável!

Desde terça-feira, está suspensa a vacinação em Criciuma porque acabou o estoque de doses. Até ontem, a secretaria municipal de saúde não tinha previsão para nova remessa.
No fim da tarde, veio a informação da secretaria de saúde do estado que o Ministério da saúde prometeu enviar nova carga no dia 23, terça-feira.
Se confirmar, a melhor das hipóteses é que teremos vacina de novo em Criciúma no dia seguinte, 24, quarta-feira. Uma semana perdida!
O amadorismo em torno do assunto é de arrepiar cabelo de careca!
O Governo federal ficou resistindo às vacinas, xingando a China, brigando com Dória e o Butantan, e perdeu tempo para negociar vacina com os fabricantes. Acabou indo para o fim da fila. Agora, não tem vacina para seguir plano nacional de vacinação.
Seguindo nesta batida, deve se alongar até o fim do ano. Correndo o risco de as novas cepas e variantes transformar o país, ou o estado, em um novo Manaus!


Moisés vai sair do PSL

O governador Carlos Moisés deve sair do PSL durante o mês de março. Informação foi dada ontem por um aliado político próximo. Depois dos episódios de 2020, o entorno do Governador entende que sua permanência no partido ficou insustentável.

A especulada migração para o MDB não deve se confirmar. A tendência é fazer opção por um partido pequeno. Talvez, o mesmo que seja “escolhido" pelo Presidente Bolsonaro, que também marcou para se decidir em março.
Inclusive porque o MDB já tem candidato a governador, que é o senador Dário Berger, e Moisés deverá disputar a reeleição.


Expulsão adiada

A direção estadual do PSL acabou suspendendo a reunião que seria feita ontem para decidir pela expulsão de quatro ou cinco deputados estaduais bolsonaristas. Entre eles, dois do sul: o criciumense Jessé Lopes e Felipe Estevão, de Laguna.
O presidente da executiva estadual, Fabio Schiocheti, desmarcou a reunião por causa de compromisso com o conselho de ética da Câmara Federal. Ele é membro efetivo.
Mas, a expulsão só foi adiada. A decisão está tomada (e já foi assimilada). Os deputados tratam de novas filiações. Jessé Lopes deve se filiar no Patriota e Felipe no DEM.

 

Aumento de quase 25%

Reitora da Unesc, Luciane Cereta, representou as universidades comunitárias de Santa Catarina na reunião de ontem com o Governador Caros Moisés e o secretário de educação, Luiz Fernando Vampiro. E ouviu o que mais queria.
Moisés anunciou aumento de 23,6% no repasse para bolsas nas universidades pelos artigos 170 e 171, e emendou: "vamos pagar em dia”.

4oito

Deixe seu comentário