Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

A posse de Manenti e as contas de Márcio Búrigo

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 05/05/2021 - 16:57Atualizado em 05/05/2021 - 17:29

A posse do suplente Edvânio Manenti como vereador do PL, efetivada a partir de hoje, também está ligada a operação em curso pilotada pelo ex-prefeito Márcio Búrigo, PL, para tentar a aprovação das suas contas na Câmara de Vereadores.

Manenti é muito ligado a Márcio e, além do voto, deve trabalhar politicamente no plenário da Câmara pela aprovação das contas.

O vereador titular Pastor Jair, que pediu licença para posse de Manenti, talvez não tivesse a mesma intensidade na defesa das contas de Márcio, até pela sua relação com o Paço.

Por via dúvidas, e para evitar possível constrangimento, o PL aproveitou o acordo pré-eleiteral firmado entre os candidatos de dar espaço aos suplentes durante o mandato e fez a posse de Manenti.

Mas, o ex-prefeito e seus aliados esperam ainda contar o apoio do prefeito Clesio Salvaro, PSDB, para aprovação das contas.

Márcio e Clésio estão rompidos politicamente.

Em condições normais, a bancada de Clésio na Câmara, que é maioria absoluta, votará naturalmente pela rejeição.

Tem um argumento forte para isso, que é o parecer do Tribunal de Contas pela rejeição, e tem a questão política.

Um grupo de aliados de Márcio, incluindo políticos e empresários, está operando nos bastidores para tentar convencer Clesio a orientar a sua bancada para votar pela aprovação.

Não é uma missão fácil. Até o momento, ainda não fechou.

O parecer do Tribunal de Contas pela rejeição ds contas chegou nesta semana na Câmara de Vereadores, está sendo analisado pelas comissões técnicas, e será levado a voto em plenário durante o mês de junho.

Uma eventual rejeição das contas pode inviabilizar a candidatura de Márcio a deputado estadual em 2022.

 

 

4oito

Deixe seu comentário