Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Nyra Terezinha Búrigo Scouto - Primeira médica em Criciúma (Parte 8)

Henrique Packter
Por Henrique Packter 09/01/2020 - 07:13Atualizado em 09/01/2020 - 07:52

Sobre o São João Batista (HSJB), Criciúma

Lá NYRA desenvolveu sua Gineco-Obstetrícia, com exceção dos dois últimos anos de vida, findos em 2.000, quando vinculou-se ao HSJ. Teve consultório no próprio HSJB e residiu, a princípio, em apartamento alugado do empresário Jorge Zanatta, frente ao COMASA. Valdir da Silva, consagrado cavaquinho do Grupo da Seresta, funcionário de Jorge, fornecia a Odilon e Nyra os recibos de importâncias pagas pelo aluguel do imóvel,

O HSJB, inaugurado em 1962, construído pelos médicos Lourenço Cianci Filho (também criador do HSC), e Olavo de Assis Sartori, foi vendido mais tarde a Santos Guglielme, que já adquirira o HSC. O HSJB rompeu convênio com o SUS.

Lourenço Cianci Filho nasceu a 10.3.1929 (SP). Formado pela FMUFPR (1954), fixou residência em Criciúma (1957), atendendo no SAMDU. Especializou-se em Radiologia (SP, 1960), em 1961, apoiado financeiramente pelo empresário João Soratto, construiu o HSJB, inaugurado em 13.5.1962. 

Em 1971 (RJ), Lourenço especializa-se em Pediatria.  No final de 1962 transfere residência para Joinville dedicando-se à radiologia no Hospital Municipal São José, Clínica Dr. Pedro Lobo e Hospital Dona Helena.  Sócio Jubilado da Associação Catarinense de

Medicina (1982), faleceu em Joinville, 63 anos (17.7.1992).

Sartori (Ubá, MG, 11.6.1916), graduado na Faculdade Nacional de Medicina, RJ, 1938, radica-se em Criciúma a 3.7.1943, trabalhando no HSJ. Faleceu aqui a 19.6.1989.

Unimed de Criciúma assinou em 11.9.2019, contrato de arrendamento por 20 anos do HSJB, da família Guglielme, com opção de compra. Preserva-se a marca Hospital São João Batista e atendimento a clientes particulares e usuários de planos de saúde.

Dia 12.9.2019, 10h, Leandro Avany Nunes, presidente da UNIMED, concedeu entrevista coletiva para detalhar a nova gestão do hospital. UNIMED assa a ter dois hospitais gerais em Criciúma.

Família Froelich - Búrigo

Erika Froelich, Karin Froelich, Odilon Érico Fr oelich Filho, são filhos de Odilon pai e de Nyra.

Karin Marlise Froelich R Carlos Heinze, 381 Santa Rosa, RS CEP: 98900-000 é empresária (Individual) desde 24.04.2003. Atividade principal comércio varejista de artigos do Vestuário e acessórios.

o    Erika Froelich, filha mais velha de NYRA foi colega de minha filha no Marista de Criciúma. Erica Froelich é hoje estabelecimento de saúde tipo Consultório, que executa serviços de saúde em bairro de Curitiba, telefone (41) 32774667. Marcar consultas,

agendamento médico ou exames, emissão de guias ou questões comerciais na Rua Tenente Francisco Ferreira de Souza, 1490 - Hauer, Curitiba. É consultório especializado em atendimento presencial Básico de Saúde,
 
Scoutos e Frolichs foram meus pacientes

Em 15.10.1977 atendi os pais de Odilon. A mãe, Maria Massaneiro Froelich, tinha 61 anos, Natural de Guaramirim, residia em Balneário Camboriú. Dela Odilon herdara a hipermetropia elevada, acima de 6 graus. Érico, pai de Odilon, 68 anos, natural de Tangará, em tratamento de Nevralgia do Trigêmeo, necessitava atualizar os óculos.

Odilon Érico Froelich, 33 anos, natural de Tangará, atendi-o em 26.4.1974. Portador de hipermetropia acima de 7 graus usava óculos receitados por Mestre ADERBAL de ALBUQUERQUE ALVES, Hospital do Ipase, RJ, de quem tive a honra de ser aluno e amigo. Odilon tinha visão do olho direito ligeiramente mais fraca, mesmo utilizando óculos.

Atendi Erika, filha do casal Nyra e Odilon, aos 8 meses em 17.11.1969. Teve um total de seis atendimentos oftalmológicos. Terá hoje 50 anos.

Karin, foi atendida em 25.11.1971 com 1 mês de idade. Posteriormente teve mais seis atendimentos. Terá hoje, 48 anos. 3.617

4oito

Deixe seu comentário