Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Brasil-1950-Curiosidades

Uruguai campeão, primeira surpresa em Copas do Mundo
Por João Nassif 30/12/2021 - 00:01

Com as desistências da França, Bélgica e Romênia, que haviam participado dos mundiais anteriores, o Brasil se tornou o único país do mundo a enviar sua seleção para todas as edições Copas do Mundo, marca que dura até os dias de hoje.

Brasil 7x1 Suécia, Brasil 6x1 Espanha foram as duas maiores goleadas da seleção em Copas do Mundo.

A vitória do Uruguai por 8x0 sobre a seleção da Bolívia foi a maior goleada de Copa de 1950.

Inventores do futebol os ingleses participaram em 1950 pela primeira vez de uma Copa do Mundo. E sofreram uma derrota humilhante que se tornou a maior zebra da história das Copas. Os ingleses perderam para uma seleção amadora dos Estados Unidos por 1x0 gol de Gaetjens, nascido no Haiti. A seleção norte americana era formada apenas por imigrantes.

Pouco mais de um mês antes do início do Mundial a seleção brasileira enfrentou o Uruguai pela Copa Rio Branco. Na primeira partida os uruguaios venceram por 4x3 no Pacaembu. No segundo jogo em São Januário o Brasil venceu por 3x2 e no jogo desempate, também no Rio de Janeiro venceu por 1x0 ficando com a Taça e com o aviso do “perigo” uruguaio.

Torcida cantando nas arquibancadas do Maracanã

Enquanto o Brasil goleava a Espanha a torcida cantava a marchinha “Touradas em Madrid”, composta por João de Barro, o Braguinha em 1938.

As quase 200 mil pessoas que foram ao Maracanã assistir a final da Copa representava quase 10 por cento da população do Rio de Janeiro. Seria o maior público da história do futebol se não houvesse oficialmente 173.850 pagantes. Com isso, o maior público oficial em um jogo de futebol foi de 183.341, também no Maracanã na partida entre Brasil e Paraguai pelas Eliminatórias da Copa de 1970.

O capitão do Uruguai, Obdúlio Varela, disse numa entrevista: “Não gostei de ver aqueles 200 mil torcedores tristes; não gostei de ver o Rio de Janeiro às escuras e sem carnaval. É a vida. Era campeão, no hotel em que estávamos e não senti uma total alegria pelo feito”.  


 

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito