Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Somente quatro países europeus participaram da I Copa do Mundo

Uruguai 1930 - Foi da a largada para o que se tornaria o maior evento esportivo do planeta
João Nassif
Por João Nassif 25/11/2021 - 00:01Atualizado em 26/11/2021 - 16:19

Faltam 362 dias para o início da Copa do Mundo no Catar

A decisão da FIFA em promover a primeira Copa do Mundo no Uruguai, não agradou aos europeus. A Europa estava imersa numa grave crise econômica e o custo do deslocamento das delegações para outro continente seria enorme, além disso, o profissionalismo estava começando no futebol e os principais clubes europeus não queriam ficar muito tempo sem seus principais jogadores. 

O presidente da FIFA Jules Rimet foi firme em sua decisão e conseguiu convencer alguns países a participar do evento. França, Iugoslávia, Romênia e Bélgica foram os europeus que atenderam à convocação do presidente. Os britânicos ficaram de fora porque eram completamente contrários ao profissionalismo que estava começando. 

Os franceses entraram na competição pela intervenção pessoal do presidente da FIFA, o francês Jules Rimet. Os romenos participaram após a intervenção do Rei Carlos II que selecionou pessoalmente o elenco e negociou com os empregadores a garantia que os atletas mantivessem seus empregos no retorno do Mundial. 

Os belgas foram convencidos pelo vice-presidente da FIFA, o belga Rodolphe Seeldrayers. E os iugoslavos no início não queriam participar em virtude dos croatas terem decidido boicotar a seleção nacional. O rei Alexandre evitou o boicote e a associação nacional de Belgrado convocou apenas jogadores que atuavam no país.

Na América do Sul também havia problemas. O Brasil sofria com a briga interna entre a CBD e a APEA, a primeira carioca e a segunda paulista que lutavam apenas por seus próprios interesses e não se preocuparam com o Mundial. Os cariocas tomaram conta da “Operação Mundial” e não permitiram paulistas na comissão técnica e mais, os grandes jogadores da época que atuavam nos times paulistas não foram convocados. Apenas um paulista, Araken Patuska brigou com seu clube, o Santos e aceitou a convocação.

Das 13 seleções que participaram da primeira Copa do Mundo, sete eram da América do Sul (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Paraguai, Peru e Uruguai), quatro da Europa (Bélgica, França, Iugoslávia e Romênia) e duas da América do Norte e Central (Estados Unidos e México). 
 

4oito

Deixe seu comentário