Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Trocas de partido e outras da coluna

Toninho é o primeiro. Mais cinco vereadores devem trocar de partido em Criciúma
Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 30/03/2019 - 07:05

O vereador Toninho da Imbralit (MDB) foi o primeiro a encaminhar a troca de partido na Câmara de Criciúma. Mas outros quatro devem seguir o seu caminho.
Nesta sexta-feira, Toninho definiu a sua migração para o PSD, durante reunião com o deputado Julio Garcia, presidente da Assembleia Legislativa, deputado federal Ricardo Guidi e vice-prefeito Ricardo Fabris, presidente municipal do PSD.
Toninho é vereador em Criciúma desde 2004. É o vereador com mais mandatos (e mais tempo de plenário) entre os atuais.
Para não correr o risco de ser enquadrado na lei da fidelidade partidária e perder o mandato, Toninho deve oficializar a filiação ao PSD somente em março, na abertura da janela de transferência. Mas o seu grupo político já vai se filiar.
PSD é o partido que tem feito mais filiações em Criciúma, preparando a eleição de 2020.
Além de Toninho, deve filiar pelo menos mais um vereador.
Outros quatro vereadores estão se movimentando para troca de partido.
Dois deles porque receberam “cartas de alforria” dos seus atuais partidos. Zairo Casagrande (PSD) e Julio Kaminski (PSDB).
Julio deve ir para PSL ou DEM. Zairo ainda não fez nenhuma sinalização mais efetiva para onde migrar.
Outros três vereadores devem migrar para o PSDB. Eles já estariam “apalavrados" com o prefeito Clésio Salvaro. Os três hoje estão em partidos diferentes.
Se todas estas mudanças forem confirmadas, PSDB e PSD passarão a ter as maiores bancadas na Câmara e o governo Salvaro a maioria segura em plenário.

O ministro

Carismático, simpático, simples, fácil acesso. Foram as impressões deixadas pelo ministro Marcos Pontes, o primeiro do governo Bolsonaro a pisar em Criciúma.

No Bairro

Depois de circular pelas dependências do Bairro da Juventude, e se mostrar impressionado várias vezes, o ministro Marcos Pontes recebeu “regalos" do presidente do Conselho, empresário José Altair Back, e da diretora executiva, professora Silvia Zanette.

Na Satc

Quando “passeava" pela Satc, o ministro Pontes foi surpreendido pela pequena Catarina Costa Cardoso, aluna do quarto ano, que fez ele tirar uma foto com ela.
Depois, a menina comentou: “eu conheci o único astronauta brasileiro que foi para o espaço, mas que honra né?”.

Na Unesc

O ministro da Ciência e Tecnologia veio a Criciúma no momento certo, quando estão sendo encaminhadas para reta final as conversações para tirar do papel (finalmente!) o Centro de Inovação. E a Unesc expressou perfeitamente tal sentimento com o belíssimo painel que montou para receber o ministro Pontes, no auditório Ruy Hülse.

Carvão

O senador Esperidião Amin relatou ao ministro Pontes, durante visita à Satc, o questionamento que fez ao ministro de Minas e Energia, Bento Costa de Albuquerque, sobre políticas públicas para aproveitamento do carvão.
Acrescentou que o ministro de Minas prometeu estudar medidas e deixou perspectivas “alvissareiras”. 
Na seqüência, pediu que o ministro Pontes “ajude” o setor, importante para a economia da região. E o ministro prometeu ajudar.

Apostas

Na semana, duas pautas continuaram com tratamento preferencial em Criciúma. A possibilidade de rompimento do contrato entre município de Criciúma e a Casan e o projeto (polêmico) para rebaixamento da avenida Centenário.
Em relação aos dois assuntos, se fosse provocado a apostar, colocaria todas as fichas na manutenção do contrato Criciúma e Casan e a não realização da obra na Centenário.

O presidente

O ex-deputado Jorge Boeira deve assumir a presidência do PP de Criciúma.
Vai suceder o ex-vereador e advogado Itamar da Silva, que já comunicou aos aliados que não pretende ser reeleito.
Assumindo o partido, Boeira dá mais um passo para sua candidatura a prefeito em 2020.

Troca de comando

Em Sombrio, a vice-prefeita Gislaine Cunha (PR) assumiu a prefeitura nesta sexta-feira. Prefeito Zênio Cardoso (MDB), pediu licença por 15 dias.
Na posse, houve um "troca-troca" com o senador Jorginho Mello (PR).
O senador entregou duas emendas parlamentares de R$ 100 mil para a área da saúde e ganhou um kit com produtos da terra.

Falta de profissionais

O Hospital São Donato não conseguiu encontrar pediatras para iniciar o atendimento da especialidade no pronto-socorro. A previsão era que o atendimento iniciasse na próxima semana, mas precisou ser adiado. O atendimento será viabilizado com o repasse de R$ 15 mil do Município.

Dia agitado

O sábado será agitado no Vale do Araranguá com a eleição para a presidência da Cersul. A cooperativa tem sede em Turvo, mas possui mais de 17 mil associados também nos municípios vizinhos. Desde que o ex-prefeito de Turvo, Ronaldo Carlessi, venceu a eleição da Cersul em 2003 não há mais disputa. Porém, neste ano, não houve consenso e quatro chapas estão inscritas. O ex-prefeito de Ermo, Marquinhos, disputa pela chapa 1; o advogado da Cersul, Arnildo Steckert Júnior lidera a chapa 2; o ex-prefeito de Meleiro, Nei Zanette, é da chapa 3; e o empresário Selvino Dalon disputa pela chapa 4. O apoio do atual presidente, Everton Schmidt, é para a chapa 4.

Fiscalização

Após três meses da estadualização do Hospital Materno Infantil Santa Catarina, foi instalado o Conselho Consultivo. O grupo não tem poder de deliberar sobre as ações, mas tem a missão de acompanhar de perto como os recursos públicos estão sendo aplicados na entidade. O hospital atende em média 3.500 crianças na urgência e emergência; realiza cerca de 200 partos e 300 intervenções clínicas e cirúrgicas, e conta com 298 funcionários, segundo relatório apresentado pelo IDEAS, gestor da entidade.

4oito

Deixe seu comentário