Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS INFORMAÇÕES DAS ELEIÇÕES 2024!
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

PIB e geração de receita: Içara muito bem, o Sul muito mal!

Região precisa unidade para reverter o quadro que levou ao empobrecimento

Por Adelor Lessa 29/05/2024 - 11:03 Atualizado em 29/05/2024 - 16:58

A semana é marcada por duas informações importantes sobre economia e geração de receita na região.

A primeira é que Içara se consolida como segunda cidade em produção de receita no sul.

Passou Tubarão e faz distância. Está atrás apenas de Criciúma.

Os números do valor adicionado em 2023:

  • Içara: R$ 3.365.821.223,00
  • Tubarão: R$ 3.128.693.666,00.

Içara fez quase R$ 150 milhões mais que Tubarão.

A segunda informação é muito ruim. A região sul passou a ter o PIB mais baixo entre todas as regiões do estado.

A região de Lages, região serrana, sempre teve o PIB mais baixo, subiu e ultrapassou o sul.

PIB mais alto, região mais rica. PIB mais baixo, região mais pobre.

Traduzindo: Sul do estado é hoje a região mais pobre do estado, na soma de todos os bens e serviços, pelo numero de pessoas.

Isso é preocupante para todos do sul.

A região tende a ficar desinteressante para novos investimentos.

É preciso dar um basta nisso, e fazer a virada.

É preciso identificar as causas, os motivos, e agir, todo mundo jogo, para virar o jogo.

As questões ideológicas devem ser defendidas, debatidas, mas os políticos devem se dedicar também as pautas que são do interesse coletivo, que tem a ver com a geração de receita e renda na região, que não são de esquerda, nem de direita.

O túnel no Morro dos Cavalos, por exemplo, não é de direita, nem de esquerda, mas tem a ver com tudo isso.

Da mesma forma, outras tantas obras estruturantes na região que estão paradas, travadas, arquivadas, trancadas.

É preciso focar nisso. Nada mais importante. O momento é especial. Situação é de emergencia.

Abaixo, comentário feito na rádio Som Maior com mais informações.

 

 

Copyright © 2022.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito