Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Mudança de comando no PP ficou para segunda

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 22/02/2020 - 08:27Atualizado em 22/02/2020 - 08:43

Ficou para segunda-feira, 24, a decisão da executiva estadual do PP sobre o pedido para anulação da convenção do partido em Criciúma, realizada em agosto de 2019, ou eleição de nova executiva.

Informação do secretário geral, Aldo Rosa: ele garantiu que assessoria jurídica só entregará o parecer às 14h de segunda-feira.

Decisão 1:

O pedido para realização de nova convenção no PP foi protocolado por filiados representantes do grupo liderado pelo vereador Miri Dagostim, alegando irregularidades que teriam sido cometidas no processo.

A informação de bastidores é que politicamente a decisão já está tomada, pela eleição de nova executiva municipal no prazo de até 15 dias, mas a direção posterga o anúncio porque estariam feitas negociações internas.

Perdas

O ex-deputado Jorge Boeira não concorda com a anulação na convenção, nem com eleição de nova executiva.

O PP tem dois vereadores em Criciuma, Miri Dagostim e Edson Paiol. Mas, Paiol estava no lançamento do projeto do vereador Julio Kaminski com o PSL e deve trocar de partido no inicio de março, assim que abrir a “janela de transferência”.

O entendimento da cúpula estadual é que o partido vai acabar perdendo Miri também se a troca da direção municipal não for feita logo.

 

4oito

Deixe seu comentário