Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Márcio Burigo, Lei e Daniel Freitas vão enfrentar deputado Comin no PP

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 17/11/2017 - 08:10Atualizado em 17/11/2017 - 10:43

Os três se reuniram ontem e decidiram trabalhar juntos. Márcio Burigo, ex-prefeito de Criciuma, Lei Alexandre, ex-prefeito de Forquilhinha, e Daniel Freitas, vereador, ex—presidente da Câmara de Criciúma (foto). Os três são do PP e querem que o partido tenha mais um candidato a deputado estadual na Amrec.

Pode ser qualquer um dos três. Terá o apoio dos outros.

Na tese, a proposta não faz sentido.

Hoje, o PP tem três candidatos encaminhados em todo o sul - um da Amrec (deputado Valmir Comin), outro na Amesc (deputado José Milton) e mais um na Amurel (vereador Pepe Colaço). 

Só que a região carbonífera tem praticamente o mesmo número de eleitores que vale do Araranguá e vale do Tubarão juntos. É um dos argumentos de Márcio, Daniel e Lei.

Outro argumento - faz 30 anos que o PP (antigo PDS) já teve dois candidatos em Criciúma.

O problema é que o projeto contraria os planos (e interesses) do deputado Valmir Comin, secretário de estado da ação social, e candidato a reeleição.

Comin é da cúpula estadual, principal politico do PP na região, participa das decisões estratégicas do partido no estado e, principalmente, está credor. Porque foi o único deputado que aceitou assumir uma secretaria de estado no governo Colombo para representar o partido.

Naquele momento, para aceitar a “missão”, ele estabeleceu condições. Principalmente, garantias para reeleição. Uma delas, candidatura única na Amrec.

Por isso, Márcio, Lei e Daniel, mesmo juntos, vão ter muitas dificuldades para viabilizar o projeto que passam a defender. Mas, separados, seria chance zero.

De qualquer forma, o movimento do “trio" começa a partir de uma decisão política. Márcio Burigo não sai mais do PP. Arquivou em definitivo a possibilidade de migrar para o DEM, com quem tinha conversações bem adiantadas. Acabou cedendo aos argumentos de aliados políticos próximos e familiares.

 

4oito

Deixe seu comentário