Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

É preciso voltar a falar

Editorial desta quarta-feira (3)
Por Adelor Lessa 03/08/2022 - 07:31 Atualizado em 03/08/2022 - 08:17

Precisamos voltar a falar sobre vacina. Vacina contra a Covid.

Porque o número de mortes pela Covid-19 em Santa Catarina mais do que dobrou em três meses. 

Em abril houve 74 mortes, em julho 189. 

As autoridades de saúde do estado fazem relação direta do aumento de mortes com a queda da vacinação.

Pessoas com mais de 50 anos, que representam 93% das mortes, apenas 5% das vítimas tomaram a segunda dose de reforço. 

É fato que Santa Catarina passa por uma nova onda de casos em função do avanço de uma variante da Ômicron.

Essa variante é responsável pelo avanço da doença em todo o Brasil, em função da maior capacidade de transmissão do que outras variantes. 

Está comprovado. Não é especulação, não é possibilidade.

Pessoas que não tomaram a segunda dose de reforço são a grande concentração de casos graves e hospitalizados.

Um dado importante:

Em Santa Catarina, 99,3% das pessoas com 55 anos ou mais têm o esquema primário de vacinação, que considera as duas primeiras doses ou a dose única. 

Mas, o número caiu para 70,2% quando o primeiro reforço foi liberado, e a segunda dose do reforço atingiu apenas 27,2% desse público. 

É aí que está o problema.

As pessoas relaxaram.

Ou não seguiram o esquema de vacinação, por alguma razão.

Por isso, estão ficando desprotegidas, e correm risco.

E podem contribuir para a consolidação de uma nova onda de variantes.

Por isso, é fundamental vacinar. Seguir o esquema de vacinação. Aplicar todas as doses de reforço.

E por causa disso, e para comprovar a gravidade da situação, a Universidade Federal de  Santa Catarina está exigindo comprovante da terceira dose. 

Os estudantes da UFSC devem comprovar seu esquema vacinal completo até hoje para que suas notas sejam lançadas no histórico e possam realizar a matrícula para o próximo semestre letivo. 

Sem a terceira dose, não vai matricular para o segundo semestre. 

Mas, será que vai ser preciso o mesmo procedimento para tudo?

Será que é preciso obrigar todo mundo?

Será q vai ter que exigir comprovante do sistema de vacina completo em outras faculdades, e para entrar em supermercado, shows, eventos, restaurantes

Será que tudo o que aconteceu, e tantas mortes, e o efeito evidente da vacina, não são suficientes para convencer que é preciso seguir o esquema de vacinas?

Ouça o editorial completo:

 

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito