Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Últimas tratativas decidem futuro do pavilhão da Cecrisa

O terreno será transformado em um local com foco no fomento de emprego e renda em Criciúma
Por Giovana Bordignon Criciúma, SC, 04/05/2022 - 15:04 Atualizado em 04/05/2022 - 15:11
Foto: Decom / Divulgação
Foto: Decom / Divulgação

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

O município de Criciúma está realizando os últimos acertos para iniciar os procedimentos no antigo pavilhão da Cecrisa, localizado no bairro Nossa Senhora da Salete, no limite com Içara. Em entrevista ao programa Adelor Lessa desta quarta-feira (4), na Rádio Som Maior, o secretário da Fazenda de Criciúma, Celito Cardoso, falou sobre a prospecção de novas empresas para o local.

“Com o olhar mais brilhante possível nós estamos olhando para aquela área. São mais de 6 hectares que estarão finalizando agora o processo cartorial da transferência do imóvel para o município”, informou. Um comitê foi formado com o intuito de idealizar o que será projetado para a empresa futura. Esse grupo deve trazer as sugestões até o fim do mês de maio.

Valcir Zanette, Frank Hobold, Edmilson Zanatta, Rogério Sampaio, Guilherme Bortoluzzi e Sil Citadin são os nomes que compõem o comitê. “Esse grupo tem um nível de relacionamento extraordinário com os seus setores e com demais setores da economia do Brasil, esse pessoal está elaborando, em conjunto, algumas sugestões”, disse o secretário.

A ideia é que ali se desenvolva uma empresa de ponta. “Se for uma logística, que seja uma logística forte, como uma Amazon. Se for uma indústria, que seja uma indústria limpa, sem chaminé, um grande laboratório da indústria farmacêutica, coisa do gênero”, idealizou Celito.

Empregabilidade

As últimas tratativas estão na finalização do contrato cartorial. Concluindo essa etapa, os galpões, que têm 59 mil m² de área, serão derrubados e a área limpa. E a ideia é que a futura construção seja algo impressionante aos olhos dos turistas. “Nós queremos que a visita que chegue em Criciúma enxergue, de um lado, um shopping, e de outro lado ele vai perguntar ‘o que é isso?’. Esse é o conceito que nós vamos trabalhar naquela área”, explicou.

O terreno será transformado em um local com foco no fomento de emprego e renda em Criciúma. O projeto é de desenvolvimento econômico, utilizando a prefeitura como o órgão viabilizador que facilite a geração de rendimentos para a cidade.

Leia também:
A cruzada contra imóveis abandonados em Criciúma

Salvaro pede área da antiga Cecrisa para o município
Prefeitura discute aquisição de imóvel junto à Celesc

Atração de empresários

Para atrair os olhos de investidores ao novo empreendimento, o secretário da Fazenda acredita que os próprios atributos do município conquistarão os compradores. “Nós temos os maiores índices de segurança do Brasil. Os executivos que vem de fora prestar serviço aqui por um tempo, acabam escolhendo Criciúma para morar. Temos excelentes escolas, parques, qualidade de vida elevada. Isso sim enxerga o papel do município”, elogiou.

“Além do mais, nós temos hoje uma infraestrutura que está pronta. É a maior cidade entre as duas capitais dos estados do Sul, é uma referência em serviços médicos, hospitalares... então nós estamos prontos! Nós temos quase 7 quilômetros de BR 101 ainda totalmente desocupados, prontos para serem explorados (...). Tudo isso são fatores que realmente atraem e convencem”, completou.

Celito ainda destaca que Criciúma está em segundo lugar no estado de Santa Catarina em geração de empregos. “Tudo isso nos leva a um ambiente positivo. Vai dar! Nós vamos chegar lá! E em um curto prazo”, comemorou.

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito