Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

“Que os torcedores tenham fé. Que acreditem". O recado de Tencati para os Carvoeiros

Técnico do Criciúma ressalta confiança no acesso à Série B
Por Marciano Bortolin Criciúma, SC, 06/11/2021 - 14:01
Fotos: Celso da Luz/Criciúma E.C.
Fotos: Celso da Luz/Criciúma E.C.

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

Uma final. É isso que o Criciúma joga diante do Paysandu na tarde deste sábado, 6. Longe de casa, em Belém do Pará, o Tigre busca o retorno para a Série B. Não terá a torcida na arquibancada como, por exemplo, na semana passada diante do Ituano, mas a energia positiva, a torcida e a fé, estarão junto com a equipe. É isso que o técnico Claudio Tencati pede. “Que os torcedores tenham fé. Que acreditem que nós vamos voltar para Criciúma com o acesso. Vamos buscar o resultado e tudo vai dar certo. Que esta energia positiva venha de Criciúma como um vento, passe para nós e nos abrace aqui toda a torcida carvoeira”, diz.

O treinador, que chegou ao Heriberto Hülse já no quadrangular da Série C, afirma que tem repassado aos atletas o quanto o acesso é importante. “Tenho ressaltado o quanto este acesso é importante para o Criciúma. Para todos nós, para aqueles que permanecerem ou aqueles que não ficarem, dizerem que deixaram o Criciúma na Série B. E outros, de fora, olharem e dizer que estes que aqui estavam cumpriram o seu compromisso de deixar o Criciúma na Série B”, conta.

Confira também:

O que é preciso para o Tigre subir

Como o Paysandu chega para o duelo com o Tigre


 

Do outro lado, há um Paysandu já sem pretensões, mas que nem por isso, o Criciúma deve perder o foco. “A confiança é grande. Sabemos que vamos enfrentar uma equipe que quer atrapalhar a vida do Criciúma que vai querer competir e esta história daquele time que já está fora, a gente já sabe, o Criciúma viveu esta situação, inclusive contra o Paraná. Tinha até a dúvida se o Paraná entraria em campo, se não entrava e acabou surpreendendo. Na minha história como treinador tenho exemplos. Estamos altamente concentrados, focados porque é um jogo de final. Estamos fazendo uma final contra o Paysandu. A nossa mentalização é de uma final”, afirma o técnico.

Estratégias definidas

Com a obrigatoriedade de vencer, Tencati preparou algumas estratégias para determinados momentos que podem acontecer no decorrer da partida. “É um jogo de ansiedade porque precisamos vencer, mas não quer dizer que tem que ir de qualquer jeito precisamos ter controle, por isso treinamos três variações: uma que é a que iniciamos contra o Ituano em casa, a partir daí fizemos a saída do Léo e colocamos o Dudu Figueiredo, passando a ter dois meias de ligação, não fugindo do 4-4-2. Não perderia a consistência defensiva, mas aumentaria o poder de um jogador que passa e chuta bem que é o Dudu Figueiredo e com o Felipe que articula e finaliza bem, um jogador de bola parada e ajuda na defesa. Esta é uma possibilidade. Uma última é que, se a coisa enroscou, é ir para o tudo ou nada porque não temos mais nenhum outro jogo. Então treinamos também para este tudo ou nada”, fala.

Tencati reforça que, mesmo sem chances de acesso, os paraenses devem ir forte para o jogo. “O Paysandu tem o compromisso de honrar, está sendo muito cobrado, vai ter protesto da torcida pelo momento que eles viveram ultimamente, eles não vão para o jogo pensando como um amistoso. Eles estão vindo com o compromisso, pela honra e pelo profissionalismo. Futebol é entrar e jogar, por isso precisamos estar focados mentalmente para entrar e vencer”, cita.

Confira também:

Criciúma leva vantagem contra o Paysandu

Tigre marcou seis gols fora de casa nesta Série C

E o outro jogo
Para o Criciúma não basta somente vencer. Ele depende do resultado da partida entre Ituano e Botafogo-PB. Para conquistar o acesso, os paraibanos precisam sair do gramado derrotados. “A informação do outro jogo será somente para a comissão técnica, tendo a informação vamos instigar os jogadores a buscar. Se estivermos ganhando e tudo dando certo lá, sabemos o que fazer. Está empatando lá e aqui empatando, precisamos do resultado, sabemos o que fazer. O primeiro ponto é o Criciúma fazer o seu papel que é vencer o jogo”, ressalta.

Confira a entrevista do técnico Claudio tencati na íntegra:
 

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito