Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Empresário pressiona por ida de Foguinho ao Cruzeiro

Luis Fernando Aveline contraria versão de Dal Farra, diz que não houve procura para renovação e que atleta está ansioso pela conclusão do negócio
Heitor Araujo
Por Heitor Araujo Criciúma - SC, 15/01/2020 - 07:41Atualizado em 15/01/2020 - 09:54
Foto: Jota Éder / Timaço / Rádio Som Maior
Foto: Jota Éder / Timaço / Rádio Som Maior

No treino do Tigre na tarde de terça-feira, 14, o presidente Jaime Dal Farra disse que só libera o meia Foguinho para o Cruzeiro mediante ressarcimento financeiro e que o atleta está tranquilo quanto à negociação e à possibilidade de permanecer em Criciúma. No entanto, o empresário do jogador, Luis Fernando Aveline, apresenta outra versão. 

De acordo com o empresário, o meia está ansioso para o desfecho do negócio com a equipe mineira, que teria, segundo Dal Farra, confirmado a intenção de contratá-lo. "Existe o interesse oficial do Cruzeiro, os dirigentes já conversaram, mas não me repassaram ainda uma posição. O Foguinho tem interesse em jogar no Cruzeiro, seria a oportunidade de sua vida", disse Aveline, sobre a intenção do  jogador de 27 anos. 

Dal Farra também afirmou que o clube procurou Foguinho para ampliar o vínculo do contrato, que encerra no fim do ano; o empresário do atleta nega essa negociação.

Aveline confirmou que o Cruzeiro tem interesse em dispender algum valor pela contratação, desde que se enquadre na nova realidade financeira do clube.

"Depende de alguns cálculos, mas que não pode ser um valor impagável, senão inviabiliza a negociação", concluiu o empresário.