Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Comissão sobre Aeromédico Sul começa a ser formada

Implantação do serviço na região é um dos pleitos do Serviço Aeropolicial desde sua implantação
Por Francine Ferreira Criciúma - SC, 27/03/2019 - 08:11

Em novembro do ano passado, o vereador Tita Beloli colocou em pauta a possibilidade de criação de uma comissão para debater a implantação do Serviço Aeromédico no Sul catarinense, por meio do Serviço Aeropolicial (Saer) Sul, da Polícia Civil. Os encaminhamentos ficaram para 2019 e, conforme o parlamentar, o grupo começará a ser formado hoje.

A intenção, de acordo com Beloli, é criar oficialmente essa comissão até o fim de março, para que a primeira reunião aconteça já no início de abril. “Está tudo pronto para começarmos a convidar as entidades para participar desse grupo, que deverá reunir, além da Câmara de Vereadores, representantes do Saer Sul, Corpo de Bombeiros Militar, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Associação Empresarial de Criciúma (Acic), Administração Municipal, Unesc, entre outras entidades”, completa.

Uma vez que o Governo do Estado já disponibiliza a aeronave utilizada pelo Serviço Aeropolicial, segundo o vereador, o objetivo da união é tentar mobilizar os municípios para a implantação do aeromédico. “Nós vamos trabalhar mais com relação às Associações de Municípios das Regiões Carbonífera, Extremo Sul e de Laguna. Poderemos discutir também, talvez, uma possível parceria com a universidade”, elenca Beloli.

Reivindicação antiga

Até então, o Saer Sul vem realizando transportes aeromédico esporádicos, quando há necessidade em casos de extrema gravidade. No entanto, a ideia da coordenação do Serviço Aeropolicial é implantar uma sala específica na sede para que, diariamente, uma equipe contendo médico e enfermeiros esteja à disposição de acionamentos, durante 24 horas por dia.

O pleito existe desde que o Saer foi implantado no Sul catarinense, em 24 novembro de 2016. No entanto, até agora sua implantação vem esbarrando em questões financeiras e políticas.