Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Pequenos e importantes cuidados com a saúde emocional da mulher

Cuidados que interferem positivamente na prevenção e combate ao câncer de mama.
Grayce Guglielmi Balod
Por Grayce Guglielmi Balod 09/10/2018 - 17:23Atualizado em 09/10/2018 - 17:30

Querida leitora
Eu quero, com a minha participação na Campanha Viva Mais do Outubro Rosa, alertar para a importância dos cuidados com a saúde psicológica e emocional da mulher. 
Nós não somos apenas nosso corpo, por isso, os cuidados com a mente, os pensamentos, os sentimentos e as emoções são muito importantes, tanto na prevenção quanto no combate ao câncer de mama.
Me perguntam: O que eu posso fazer para me cuidar emocionalmente? Como eu posso me ajudar? O que pode me salvar?
Respondo: Faça, com carinho, com presença, as coisas simples, essas que na correria da vida deixamos pra lá ou fazemos apenas por fazer.

Entregue-se ao sabor da vitória ou ao amargo da derrota quando elas vierem.
Não entre em lutas inglórias que não a levarão a lugar nenhum e que a machucarão.
Renda-se quando for preciso e sua salvação aparecerá por todo o lado.
No sorriso de sua filha caçula.
Nas noticias de sua filha mais velha.
No carinho do seu companheiro. 
A família que você formou a salvará, sua família de origem a salvará. Todas as famílias que a acolhem a salvarão.


Conversar com seus irmãos a salva.
Estar com seus sobrinhos a salva.
Divagar com sua prima a salva.
Brincar com seu cãozinho ou com seu gatinho a salva.
Sua salvação está ali na janela aberta mostrando a lua.
Na rede esperando na varanda.
No banho demorado e revigorante.
Nos livros que pode ler.
Nas músicas que pode ouvir.
Na cama em que descansa.
No sofá onde se entrega à preguiça.
No banco da praça sempre a esperando.
No parque onde pode brincar.
No sol se pondo no rio, no mar, na serra...
Em tudo o que pode ouvir.
Em tudo o que pode dizer.
E então uma terapia a salva.
Suas aulas a salvam, essas para a qual você retornou agora que está na meia idade.
As flores  salvam.
Fotografias salvam.
Gentilezas salvam.
Solidariedade  salva.
Visitas de amigos queridos salvam.
Ficar em casa salva.
Vencer a preguiça salva.
Sair à rua salva.
Caminhar sem pressa salva.
Levar seu filho ou seu neto à escola salva.
Buscá-lo salva.
Reconhecer seus verdadeiros amigos a salva.
Esperar pelo momento de ter seu neto em seus braços a salva.
Perdoar salva.
Ser perdoada salva.
Amar salva.
Ser amada salva.
Ter coragem salva.
Continuar, sobretudo, é o que nos salva.
Nossa salvação está na fé que temos e que não conseguimos explicar.


Cuide do seu espírito, da sua mente e das suas emoções assim como nos ensinaram a cuidar de nosso corpo.
E não esqueça, o que nos salva é o amor e a gratidão pelas coisas mais simples dessa vida.

4oito

Deixe seu comentário