Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Orides Barbosa Domingos, o Tico 

Henrique Packter
Por Henrique Packter 27/07/2021 - 10:33Atualizado em 27/07/2021 - 10:35

Vânia e Orides eram conhecidos como o CASAL ALEGRIA pelo movimento do grupo Shalom, de casais. Sem eles as reuniões não eram iguais, sem eles e sem ele, notadamente, pra contar piadas e causos.  E as pescarias e caçadas com os amigos? Faltariam folhas e letras pra contar tantas passagens de sua vida, que apesar de terem sido apenas somado 59 anos, cremos, eu e meus quatro irmãos, foi muito bem vivida e muito marcada por este homem extraordinário que deixou um legado único: Educação e Amor pela família.

Quanto à educação ele foi sempre muito claro ao nos dizer: “estudem, é uma herança que o pai pode deixar a vocês e ninguém poderá tirar”. Hoje, ele teria 79 anos, com todos os filhos tendo cursado, estudado o que lhes apetecesse: Gelsom hoje conta 56 anos, é  técnico senior, com uma empresa de prospecção de minerais e detonação de rochas. Casado com Noêmia, têm três filhos e um netinho; a Carmosélia, com 53 anos, formou-se em letras e tempos depois cursou biblioteconomia porque a leitura, a boa leitura, sempre foi algo de sua especial predileção. Atualmente trabalha como tradutora e intérprete da língua italiana, mora na Itália. Casada com cidadão italiano tem um filho; o Luiz Henrique, com 44 anos, formou-se em direito, mas não quer nem quis fazer carreira jurídica, preferiu entrar no ramo da alimentação saudável e hoje administra um espaço “Vida Saudável” em Criciúma. Casou-se com Morgana e tem um filho. O Gilnei, com 38 anos, formou-se em marketing e engenharia econômica, trabalha e mora em Florianópolis, casou-se com Jaqueline, tem um filho; o Jeferson, 37 anos, é o caçula, bacharel em informática, casou-se com Giani. Por enquanto ainda não têm filhos, mas são ótimos tios e sabem que um dia chegam lá.. Moram atualmente com mãe-Vânia, pois observaram que ela estava precisando de maior atenção e suporte e decidiram, ele e sua esposa, morar com ela.

E assim, a vida segue seu curso. Podemos dizer que aqueles que conheceram o “Tico”, lembrarão sempre dele com aquele seu sorriso e bom humor que nunca perdeu, mesmo nos momentos de maiores dificuldades. Fica o exemplo vivido, o compromisso cumprido e a convicção que as surpresas e embates da vida podem ser enfrentadas se tivermos Fé, Confiança e Amor.

4oito

Deixe seu comentário