Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Dillor, Metropol, Comerciário

Henrique Packter
Por Henrique Packter 22/06/2021 - 07:42Atualizado em 22/06/2021 - 07:53

Metropol e Comerciário, no início dos anos 60 protagonizavam verdadeiros embates futebolísticos. A rivalidade era fruto da origem das equipes. O Metropol era mantido pelo empresário Diomício Freitas e família que tinham incumbido o filho mais velho, Dite Fritas, mais o leal e confiável funcionário Gilberto João Oliveira, de montar e manter uma equipe.  Que, aliás, teve trajetória memorável, honrando as tradições futebolísticas catarinenses e derrubando o orgulhoso campeão gaúcho, Grêmio Porto-alegrense, quando se laureou campeão sulbrasileiro, após superar também o campeão paranaense. Já o Comerciário (hoje Criciúma), como o próprio nome esclarece era o clube do comércio, comerciantes, varejistas da região. Criciúma Esporte Clube, fundado em 13.5.1947, com o nome de Comerciário Esporte Clube, atualmente disputa a Série C do Campeonato Brasileiro. Criciúma foi o primeiro e único clube de SC a conquistar o título da Copa do Brasil, isto em 1991 e de forma invicta. O clube tem também em seu currículo um Campeonato Brasileiro da Série B. Atualmente disputa a Série C deste campeonato.

Foi fundado como Comerciário Esporte Clube. Crise financeira nos anos 1960 e o clube é refundado em 1976. Em 1978 foi renomeado, passa a ser o  Criciúma Esporte Clube, com as cores preta, amarelo e branco em 1984, daí o nome TIGRE.

O maior feito do clube foi conquistar a Copa do Brasil em 1991 com o técnico  Felipe Scolari, depois campeão do mundo com a seleção brasileira de futebol. Em 2005 o Criciúma acaba na série C. Em 2006, campeão da série C, volta à série B.

Retornamos à série A em 2012.

HONRAS
Ganhando a Copa do Brasil em 1991, o time qualificou-se para disputar a importante Copa Libertadores da América; terminamos na quinta posição. Esse resultado fez do Criciúma um dos mais bem-sucedidos times de SC.

Copa do Brasil:  Criciúma campeão em 1991.
Série B
Vencedor (1): 2002

Vice-campeão (1): 2012

Série C
Campeão (1): 2006

Campeonato Catarinense
10 títulos: 1968, 1986, 1989, 1990, 1991, 1993, 1995, 1998, 2005, 2013 (Campeão em 1968 como Comerciário Esporte Clube)

7 vice-campeonatos: 1982, 1987, 1994, 2001, 2002, 2007, 2008

Copa Santa Catarina
Campeão: 1993

Vice-campeão: 1998

Estádio Heriberto Hülse do Criciúma Esporte Clube, construído em 1955, tem capacidade máxima para 19.900 expectadores.
O METROPOL

Em 2021, completam-se 52 anos do encerramento das atividades no Esporte Clube Metropol. Apesar do distanciamento no tempo, a lendária equipe do nosso futebol mantém seu fascínio sobre os aficionados do futebol. De fato, o Metropol saiu de cena ainda por cima, logo após conquistar o estadual de 1969. Mas seu destino já estava traçado, devido a dois fatores. Um deles era o fim da sociedade Freitas-Guglielmi, que mantinha o time. O outro, a fantástica eliminação para o Botafogo, na Taça Brasil. O episódio desiludiu Dite Freitas, patrono do Metropol e também impôs maldição de vinte anos sobre o time da Estrela Solitária.

4oito

Deixe seu comentário