Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Boris Pakter, Orl em Criciúma

A futura rainha da Inglaterra
Henrique Packter
Por Henrique Packter 04/10/2021 - 08:58Atualizado em 04/10/2021 - 08:59

Boris tinha piadas de predileção que contava repetidas vezes, rindo todas as vezes com o mesmo prazer. Durante muito tempo repetiu piada sobre a Rainha da Inglaterra, a interminável Rainha Isabel II ou Elizabeth II, que ouvi à exaustão.

Alexandra Mary Elizabete, Rainha do Reino Unido e de quinze outros estados independentes, os Reinos da Comunidade de Nações, além de chefe da Commonwealth, formada por 53 estados, nasceu em 21.4.1926. Conta hoje 95 anos. Viúva desde este ano da graça de 2021, foi casada desde 1947 com Filipe, Duque de Edimburgo. O pai ascendeu ao trono em 1936 como Jorge VI, depois da abdicação do irmão Eduardo VIII, passando ela a ser a herdeira presuntiva da coroa. Isabel assumiu deveres públicos durante a Segunda Guerra Mundial, servindo no Serviço Territorial Auxiliar.

Morto o pai em fevereiro de 1952, Isabel ascendeu ao trono aos 25 anos. Sua coroação, primeira a ser televisada, ocorreu em 1953. Um ano depois eu ingressaria na Faculdade de Medicina. Mãe de quatro filhos, não é preciso ir longe para perceber a criatura extraordinária que é e sua importância, cheia de simbolismo, mantendo a integridade do Reino Unido. Elisabeth carece apenas de costureiro (a) mais sensato.

Também é Governadora Suprema da Igreja da Inglaterra e, em alguns de seus reinos, possui ainda o título de Defensora da Fé. Ao ascender ao trono em 6.2.1952, Isabel tornou-se Chefe da Comunidade Britânica e rainha de sete países independentes: Canadá, Austrália, Reino Unido, Nova Zelândia, África do Sul, Paquistão e Ceilão. Entre 1956 e 1992 o número de reinos variou porque certos territórios ganharam independência e outros tornaram-se repúblicas. Atualmente, além dos quatro primeiros estados mencionados, Isabel é rainha de 15 estados:  Jamaica, Barbados, Bahamas, Granada, Papua-Nova Guiné, Ilhas Salomão, Tuvalu, Santa Lúcia, São Vicente e Granadinas, Belize, Antígua e Barbuda e São Cristóvão e Nevis. É mole?

SEGUNDA GUERRA MUNDIAL
O Reino Unido entrou na Segunda Guerra Mundial em setembro de 1939. Durante a guerra, Londres foi alvo frequente de bombardeios aéreos e muitas crianças londrinas foram evacuadas. Contudo, levar as duas princesas para o Canadá, foi rejeitado pela rainha: "As crianças não vão sem mim. Eu não vou partir sem o Rei. E o Rei nunca partirá". 

WINSTON CHURCHILL era uma figura frequente em Palácio. A futura Rainha ouviu o relato que o notável primeiro-ministro fez do torpedeamento de um navio cargueiro australiano por submarino alemão, na costa africana:

- Foi lamentável! Do navio restou apenas uma porta com as minhas iniciais!

CASAMENTO
Isabel encontrou o príncipe Filipe da Grécia e Dinamarca, seu futuro marido, em 1934 e depois em 1937. Primos em segundo grau, depois de mais um encontro em julho de 1939 no Real Colégio Naval de Dartmouth, Isabel – então com treze anos de idade – e Filipe, passaram a trocar cartas. Noivaram em 9.7.1947.

O casamento não ocorreu sem contratempos: Filipe era um estrangeiro pelado (apesar de cidadão britânico que havia servido na Marinha Real durante a Segunda Guerra Mundial) e tinha irmãs casadas com nobres alemães e ligações nazistas.  Algumas biografias posteriores da mãe de Isabel relatam que ela inicialmente era contra a união. Chamava Filipe de O Huno. Porém, mais tarde contou ao biógrafo Tim Heald que o príncipe era um cavalheiro inglês.

Antes do casamento, Filipe renunciou a seus títulos gregos e dinamarqueses, converteu-se da ortodoxia grega para o anglicanismo e adotou o estilo Tenente Filipe Mountbatten, tomando o sobrenome da família britânica da mãe.]Pouco antes do casamento, tornou-se Duque de Edimburgo e recebeu tratamento de Sua Alteza Real. Isabel e Filipe se casaram na Abadia de Westminster em 20.11.1947.

Foi durante a II Guerra que a jovem futura Rainha apareceu para o mundo. Ela ainda pilotaria pesados veículos para transporte de feridos e doentes. Aproveitava tais ocasiões para visitar soldados feridos. Numa dessas ocasiões, adentra barraca ocupada por 8 soldados: 7 deitados barriga para baixo e 1 deitado barriga para cima. Curiosa, aproxima-se e faz as mesmas perguntas a cada um deles. Inicia por aqueles com a barriga para baixo:

- Por que razão está aqui, soldado?

- Estou aqui para tratar hemorroidas, princesa.

- Como é o tratamento?

- O doutor vem todo o dia e faz uma limpeza com escovinha embebida em azul de metileno no... na região.

-E qual é seu maior desejo?

- É ficar curado para servir a Vossa Majestade!

As respostas foram as mesmas em todos as sete macas. Chega, enfim ao último soldado, este deitado de barriga para cima:

- Por que razão está aqui, soldado?

- Estou aqui para tratar amigdalite, princesa.

=E, como é o tratamento?

- O doutor vem todo dia e faz uma embrocação na garganta com escovinha embebida em azul de metileno.

-E qual é seu maior desejo?

-É ter uma escovinha só para mim!

 (Cont)

4oito

Deixe seu comentário