Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

As melhores empresas para trabalhar em 2019 (Parte 3)

Henrique Packter
Por Henrique Packter 23/01/2020 - 11:17Atualizado em 31/01/2020 - 09:20

Continuamos a examinar o desempenho das 150 melhores empresas do mercado brasileiro, estudo realizado pela revista VOCÊS/A
 
 
 
 
12. INDÚSTRIAS DIVERSAS (selecionadas 16)
 
WEG, nota geral 85,3 – 1º lugar, companhia global de equipamentos eletroeletrônicos, com operação em 12 países e presença comercial em mais de 135. INTELBRAS, capital nacional, São José, SC, 2145 funcionários, 54% homens, em 3º lugar. Há falta de espaço e a empresa constrói nova fábrica de 25.000m². A INTELBRAS, empresa ligada à telefonia, foi criada por Jorge Freitas, filho de José Francione de Freitas, o Dite Freitas. Jorge é neto de Diomício Freitas, mega-empresário e político sul-catarinense. UFO WAY DENIM BRASIL, nacional, sede em Criciúma, SC, 6º lugar, 699 funcionários, 32% homens. Nota geral 81,2 –fabrica peças de jeans para RENNER, ZARA e LE LIS BLANC possui creche interna para filhos até 5 anos de idade. Acesso Estadual, 1420 - Vila Macarini, Criciúma - SC, 88818-80 Tel.: (48) 3444-9400
 
Valdir Moneretto, em 1992, iniciou confecção de peças de roupas em tecido jeans para atacadistas da região sul SC e norte RS. Em 2000 passou a trabalhar exclusivamente para o mercado Private Label fornecedores de peças para grifes consagradas no Brasil e no exterior. Inaugurou em 2012 prédio de 16 mil m² no Distrito de Rio Maina, Criciúma
 
SIEMENS, multinacional alemã, sede em SP, 3240 funcionários, 76% homens. 9º lugar, nota geral, 78,7 – ATLAS SCHINDLER, 10º lugar, nota geral 77,7 – fabricante de elevadores, escadas e esteiras rolantes, 5458 funcionários, 89% homens.  GRUPO KYLY, capital nacional, sede em Pomerode, SC, 1487 funcionários, 42% homens. Nota 77,6- de vestuário infantil.
 
13. LOGISTICA E TRANSPORTE (3 selecionadas)
 
VLI, nota final 82,3 nacional de BH, 7519 funcionários, 89% homens. Administra portos, ferrovias e terminais, tendo transportado mais de 76 milhões de toneladas em 2018. Em 2º lugar ficou a MARTIN BROWER multinacional EUA, sede em Osasco, SP, 878 funcionários, 81% homens. Companhia de transportes, no Brasil desde 1982, tem entre seus clientes McDonald's, Bob's e Subway.
 
14. QUÍMICO E PETROQUÍMICO (7)
 
LANXESS, indústria multinacional alemã com sede em SP, 491 funcionários, 72% homens, de produtos químicos e plásticos. Em 2º lugar vem a BASF, também multinacional alemã, sede também em SP, 4565 funcionários, 70% homens. Nota final 82,4 – quer aumentar sua participação no setor agrícola adquirindo os ativos da Bayer nas áreas de biotecnologia e agricultura digital. Também na transformação digital inaugurou em março de 2019 Centro de Experiências Científicas e Digitais. Instalado no nono andar do prédio da sede, ganhou o nome de ONONO, tem laboratório para testes de produtos de limpeza e cosméticos, além de salão de beleza para profissionais. Tem o programa EUREKA que premia sugestões de melhoria e inovação. Ideias dos funcionários já renderam 1,72 milhão de euros para a Basf. DOW BRASIL multinacional EUA, sede em SP, 2273 funcionários, 69% homens é a terceira. RHODIA – GRUPO SOLVAY, multinacional belga, sede em SP é a 5ª. 2.919
 

4oito

Deixe seu comentário