Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Uruguai 1930 - Grandes batalhas e uma final de muita emoção-Uruguai 1930

Um estádio gigante para o I Mundial de Futebol da história
João Nassif
Por João Nassif 26/11/2021 - 00:01Atualizado em 26/11/2021 - 16:18

Faltam 361 dias para o início da Copa do Mundo no Catar

Depois de definidas as seleções participantes do 1º Mundial da história, havia outro problema, mas este quem teria que resolver era os anfitriões: construir um estádio. O ano de 1929 foi marcado por uma grave crise mundial que atingiu também o Uruguai que com quase dois milhões de habitantes estava às voltas com o problema do desemprego. Um campeonato tão importante não poderia ser realizado nos pequenos estádios do Nacional e do Peñarol, em Pocitos. 

O governo doou uma área para construção de um estádio com capacidade para 80.000 pessoas. Foram removidas toneladas de terra para rebaixar o terreno e construir o estádio de modo a proteger o gramado dos ventos que são fortes na região. A construção do “Centenário”, nome dado para festejar os 100 anos da Constituição da República do Uruguai, começou em 1928. A previsão para entrega da obra era 10 de julho de 1930, três dias antes da abertura do Mundial. O custo da construção do Centenário foi de mais de um milhão de pesos, uma fortuna naquela época. 

Estádio Centenário-1930

O jogo inaugural das Copas do Mundo entre França e México teve que ser disputado no Estádio de Pocitos porque o cimento ainda não se consolidara e por questões de segurança o Centenário não foi usado no dia 13. 

O primeiro jogo no novo estádio aconteceu no dia 18 de julho de 1930, data nacional do país com o Uruguai derrotando o Peru por 1x0.

A qualidade do futebol apresentado na Copa foi muito alta e mesmo que o público esperasse ver um domínio dos sul-americanos, os europeus não foram meros participantes, como atestou a França que venceu o México por 4x1 e foi derrotada pela Argentina depois de ter travada uma batalha épica. 

O árbitro, o brasileiro Gilberto de Almeida Rego, encerrou o jogo seis minutos antes dos 45, mas finalmente depois de muitos protestos fez voltar os jogadores que já estavam nos vestiários, mesmo que alguns estivessem inclusive debaixo dos chuveiros.

Uruguai x Argentina
Foto: Três pontos

No dia da grande final no espetacular estádio Centenário com capacidade para 100.000 espectadores) os torcedores locais faziam uma grande festa e esperavam ansiosos o jogo entre Uruguai e Argentina que decidiria a primeira Copa do Mundo. 

No intervalo os uruguaios perdiam por 2x1, mas na volta lutaram como nunca e marcaram três gols que lhes garantiram o título. O presidente da FIFA, Jules Rimet, entregou o troféu “Victoire aux Alles d’Or”, uma estátua de 30 cm de altura, fabricada em ouro com um peso de 4 kg ao capitão uruguaio José Nazassi. 

Estava em marcha o torneio de maior prestígio do futebol mundial e foi proclamado oficialmente o caráter universal deste esporte!

O Uruguai, bicampeão olímpico de futebol em 1924 e 1928 conseguiu realizar com sucesso a primeira Copa do Mundo e fazer o futebol dar a largada para se tornar o esporte mais popular do planeta. 

4oito

Deixe seu comentário