Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Dollify: o aplicativo que cria uma caricatura fofinha

App ficou na lista dos mais baixados na última semana nas lojas de aplicativos de celular
Ale Koga
Por Ale Koga 29/06/2019 - 21:55Atualizado em 29/06/2019 - 23:42

Você já deve ter visto em algum lugar (bom, até o programa de sexta, a Pity Búrigo não tinha visto) caricaturas fofinhas com olhos grandes disputando a atenção no feed do Instagram e outras redes sociais. Pois bem, trata-se da nova febre dos apps, o Dollify.  O aplicativo está disponível tanto na Apple Store (para celulares iPhone com sistema operacional iOS) quanto na Google Play Store (para celulares que rodam o sistema operacional Android) e basta baixá-lo e começar a usar. 

No início, era possível apenas fazer caricaturas femininas mas recentemente foi adicionada a versão masculina, que ajudou ainda mais aumentar o número de pessoas "dollyficadas" por aí. O aplicativo virou febre pela simplicadade e praticidade. Sem a necessidade de qualquer tipo de cadastro ou login, assim que o app está instalado no seu celular, basta abri-lo e começar a customização do seu boneco.

O Dollify permite vários níveis de customização como cor da pele, olhos, tipos de cabelo, sardas ou pintas, acessórios, roupas e fundo da foto. Alguns itens mais personalizados são pagos e pela bagatela de $6,99 você destrava todos os itens, pode salvar quantos dolls quiser e ainda se livra da marca d'água com o nome do aplicativo.

Depois de feita a sua caricatura, o aplicativo já te dá a opção de compartilhar no Facebook, Twitter, Instagram e Whatsapp tornando o processo de mostrar a sua versão "caricatura fofinha muito mais fácil. Confesso que desde que vi não me interessei muito em baixar e conferir como seria minha versão Dollify mas por conta do Café Digital e desse post, eis o resultado!

Com certeza trata-se de mais uma febre com prazo de validade para passar até que surja a próxima.
Você já usou o Dollify? Me marca nas redes sociais (@ale_koga) que eu quero ver!

 

4oito

Deixe seu comentário