Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

UFSC: Patrimônio material, imaterial e orgulho de SC

Jorge Boeira, empresário, engenheiro e ex-deputado Araranguá, SC, 12/08/2021 - 19:15Atualizado em 12/08/2021 - 19:18
Arquivo / 4oito
Arquivo / 4oito

A UFSC é patrimônio da sociedade catarinense e do Brasil, qualquer atentado contra ela é um atentado à ciência, ao conhecimento e ao esforço hercúleo e coletivo desprendido por cada cidadão e cada cidadã no processo de sua implantação. Soa apego ao obscurantismo imaginar o fechamento de qualquer escola, chega às raias do absurdo falar em fechamento de uma universidade, qualquer que seja ela. A tentativa de desqualificar seus colaboradores, professores, pesquisadores, reitores, alunos e alunas é típico de quem não está altura de entender a dinâmica própria da Educação. Logo incapaz de reconhecer a relevância da universidade pública nos processos dos avanços científicos, tecnológicos e sociais que ela oferta ao Estado e à sociedade. 
Quando o exército romano tomou Alexandria, seus primeiros atos foram a destruição de livros e da biblioteca da cidade. Falar em fechamento de uma universidade nos dias de hoje, soa como una volta aos momentos mais sombrios da antiguidade humana e saudosismo aos tempos de regimes autoritários. Aos que pensam em reeditar práticas condenadas pela História e que se associam ao negacionismo vigente terão a firme oposição de toda a comunidade acadêmica e dos demais que acreditam, ao contrário do ideário nazista, o que liberta é o conhecimento, é o desenvolvimento econômico e cidadão dos seres humanos. 
Não há de prosperar qualquer ação que busque retirar do estado de Santa Catarina a sua universidade mais relevante, cujo destino que lhe foi traçado é o de se colocar como um instrumento de implementação de uma sociedade desenvolvida economicamente, justa socialmente e fraterna por natureza.
A UFSC é patrimônio público, material, imaterial e orgulho da sociedade catarinense. Qualquer ataque a ela denota desconhecimento e/ou negação do seu legado histórico marcado pela contribuição ao desenvolvimento científico, tecnológico, econômico e social de Santa Catarina.  Qualquer agressão a UFSC, equivale agredir a cada um que aqui vive, a cada um que aqui produz, a cada um que pensa Santa Catarina no rumo do conhecimento, do desenvolvimento e da justiça. 
Assim seguirá!

Texto assinado por Jorge Boeira, empresário, engenheiro e ex-deputado