Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Software fará gestão automatizada do manejo de corte de árvores para reduzir custos na rede elétrica

Projeto envolve pesquisadores do CTSatc e do grupo CEEE, do Rio Grande do Sul
Redação
Por Redação Criciúma - SC, 01/12/2019 - 13:01
Foto: Divulgação / Satc
Foto: Divulgação / Satc

Pesquisadores do Centro Tecnológico Satc (CTSatc) estão iniciando o desenvolvimento de um software que vai atuar na resolução de um problema que as empresas distribuidoras de energia elétrica enfrentam: os galhos de árvores na rede. A nova ferramenta permitirá que se faça a poda preventiva e também a programação de novas podas em períodos determinados. A proposta foi aprovada numa parceria do CTSatc com a Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), responsável pela geração, transmissão e distribuição no Rio Grande do Sul.

Para o desenvolvimento do software, foi assinado um projeto de pesquisa e desenvolvimento (P&D) no valor de R$ 2,4 milhões, regulamentado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O prazo de duração é de 30 meses. "Durante este período, estaremos em contato direto com a equipe da CEEE para desenvolver a proposta que resolva esse problema que eles expuseram. O software é uma ferramenta para a gestão automatizada do manejo da vegetação", ressaltou o coordenador do projeto no CTSatc, pesquisador Anderson Diogo Spacek.

A demanda veio do grupo de meio ambiente da CEEE. "As árvores e a queda de galhos com o vento ou temporais são um problema constante que provoca a interrupção no fornecimento de energia. Em cada desligamento são computadas a frequência e a duração e a Aneel nos pune. O projeto vai verificar onde estão estes focos e apontar quando serão realizadas as intervenções", destacou o chefe da Divisão de Projetos Especiais da CEEE, Ernani Paluszkiewicz.

O software vai utilizar imagens de satélite para localizar os pontos de ação. "A medida que esses locais forem identificados, a equipe de corte poderá se deslocar e fazer o trabalho preventivo, evitando que o problema ocorra", pontuou Spacek. A equipe do CTSatc que atuará no desenvolvimento do projeto envolve profissionais de áreas diferenciadas, como ambiental, elétrica, tecnologia da informação e mecatrônica. 

Tags: satc