Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Prós e contras da nova onda do reconhecimento facial

Uso da nova tecnologia divide opiniões entre especialistas
Redação
Por Redação Criciúma, 24/02/2020 - 16:19Atualizado em 24/02/2020 - 16:24

O surgimento de novas tecnologias trazem benefícios e malefícios para a sociedade. Uma das principais tendências tecnológicas é a do reconhecimento facial, recurso que vem sendo implementado por várias empresas em seus sistemas, produtos e serviços.

Se por um lado, o reconhecimento facial traz benefícios para aumentar o nível de segurança de produtos utilizados por usuários, por outro, ele pode afetar a nossa privacidade em escala global. Por isso, muitos especialistas se questionam sobre diretrizes para o uso dessa tecnologia.

Pensando nisso, preparamos este especial com os principais prós e contras do uso de reconhecimento facial. Confira!

Como o reconhecimento facial funciona?

A técnica é largamente utilizada para o desbloqueio de smartphones. Contudo, há aplicativos que usam o reconhecimento facial para permitir o acesso de outras ferramentas. Há ainda os faceapps, categoria estinada a transformações faciais voltadas à diversão do usuário, mostrando, por exemplo, como a pessoa vai ficar quando estiver mais velha.

No geral, o usuário precisa cadastrar seu rosto, o recurso faz isso por meio de um mapeamento completo da face. Assim como a biometria, para registrar o rosto, é preciso capturar imagens de diversos ângulos. Dessa forma, a ferramenta consegue captar detalhes do rosto criando um mapa da sua face.

Com isso, toda vez que você for usar o seu dispositivo, você precisa apontar a câmera com o recurso ativo para o seu rosto. A ferramenta fará o reconhecimento da face e liberará o acesso.

Confira abaixo os principais prós e contras do uso do reconhecimento facial:

Prós

O reconhecimento facial é uma ferramenta que pode ser bastante útil para aumentar a segurança de dispositivos. Essa tecnologia é bem mais difícil de ser clonada, por exemplo. Confira os prós do reconhecimento facial:

  • Maior precisão e segurança: o reconhecimento facial é uma ferramenta mais precisa do que a biometria, por exemplo. As chances de acontecer um erro com esse recurso são mínimas. Isso aumenta o nível de segurança de acesso aos dispositivos.
  • Criptografia: a maior parte dos aparelhos com reconhecimento facial utiliza da criptografia para manter as informações do mapa facial realizado. Assim, os dados não são enviados para nenhum banco de dados, se mantendo encriptados dentro do próprio dispositivo.

Contras

Apesar dos benefícios, muito se questiona sobre o uso do reconhecimento facial em relação à privacidade dos usuários. Confira os principais contras do seu uso:

  • Risco à privacidade: O questionamento em relação à segurança dos dados e ao uso indevido dos mesmos é voraz. Isso acontece porque muitos aplicativos e dispositivos que utilizam o recurso pedem milhares de permissões aos usuários e possuem políticas de privacidade bem vagas.
  • Uso impreciso e discriminatório do recurso: o reconhecimento facial é bastante usado por equipes de segurança. O problema é que já tivemos alguns casos de uso discriminatório do recurso, confundindo criminosos com pessoas comuns, por conta de cor da pele, vestimentas, etc.

Mesmo apresentando um nível de segurança maior, o uso de reconhecimento facial traz inúmeros riscos em relação à privacidade. Enquanto o uso do recurso não tiver diretrizes bem claras, sempre haverá questionamentos em relação aos riscos trazidos.

Se bem usado, evitando o vazamento e o compartilhamento de dados com terceiros, o reconhecimento facial é de grande valia. O problema é enfrentar os riscos à privacidade em uma rede de internet onde já se questiona o uso de informações.

Para a questão da segurança, o uso da ferramenta pode dificultar operações criminosas, como a clonagem, evitando a perda de senhas ou a cópia de biometria de impressão digital e assinaturas digitais.