Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Psicóloga dá dicas de como melhorar o primeiro dia de aula das crianças

Dicas são importantes para fazer com que as crianças se adaptem melhor ao local
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma - SC, 30/01/2020 - 10:54Atualizado em 30/01/2020 - 10:54
Foto: Arquivo / 4oito
Foto: Arquivo / 4oito

Estamos chegando nas vésperas do retorno do período escolar e letivo, aquele momento em que paramos para pensar sobre o respeito e a adaptação escolar de nossas crianças - que irão retornar para escola ou, até mesmo, passar por esta experiência pela primeira vez na vida. Por isso, é importante conhecer algumas dicas que podem fazer do primeiro dia de aula de seu filho um dia muito mais calmo e tranquilo.

De acordo com a psicóloga Ananda Figueiredo, é importante entender que a criança vai reivindicar ficar um lugar de conforto quando chegar a hora de ir para a escola, ela vai chorar e pedir para ficar em casa - um comportamento que faz parte de seu desenvolvimento. Para amenizar isso, podemos dissolver esta experiência em algumas atitudes em dias anteriores ao volta às aulas.

“Fazemos isso anunciando para a memória de trabalho da criança que ela vai para esse ambiente, que a gente vai sair mas que vamos voltar para buscá-la. Experimentamos aos poucos este distanciamento da criança, não precisa no primeiro dia levá-la para um ambiente que ela não conhece, deixar ela lá e voltar quatro horas depois. Podemos deixá-la em um ambiente seguro, que ela já conhece, com a avó, por exemplo, e voltar em curtos períodos de tempo”, ressaltou a psicóloga.

Outra coisa a se fazer, segundo a psicóloga, é trazer um discurso que faça a criança identificar o que será a escolinha ou a creche, criando uma memória positiva para a mesma. “Para as crianças que estão retornando agora para a escolinha a gente fala ‘ah, você se lembra da sua amiguinha, do seu amiguinho, do parquinho e do escorregador daquele lugar?’, criando um ambiente seguro na memória da criança.

Por último, é importante ficar um tempo com a criança na escolinha antes de deixá-la lá com os cuidadores, acostumando-a com aquele ambiente e mostrando que ele pode ser seguro e bem divertido. “Não queremos que a criança associe esta situação a uma experiência negativa, e sim de bem estar. Brinque um pouco com ela e, depois, permitimos que a criança vá para o colo da cuidadora e perceba que estamos seguros, assim como ela. Que ela pode ficar lá para se divertir e ficar bem”, concluiu.