Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Por enquanto, o Saer usa vermelho na região

Fim de contrato forçou troca provisória de aeronave em Criciúma. Aeromédico e nova sede na perspectiva
Denis Luciano
Por Denis Luciano Criciúma, SC, 29/08/2020 - 11:58
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Quem observou o Serviço Aeropolicial Sul (Saer) com seus rasantes em Criciúma na tarde desta sexta-feira, 28, notou uma diferença: a cor do helicóptero. Era vermelho, ao contrário do preto que serviu à região desde o início.

"O contrato que estava em vigor acabou. Essa aeronave é alugada, e tivemos que fazer um contrato provisório para Criciúma não ficar sem o serviço", confirmou o delegado Alan Amorim, responsável pelo Saer na região. O novo contrato deverá estar celebrado em dois meses. "Mas não tivemos prejuízos, continuamos normalmente com as operações de apoio às polícias", referiu.

O Saer vive a expectativa de duas importantes novidades em suas operações nos próximos meses. Primeiro, a instalação do Serviço Aeromédico, o Sarasul. "O convênio já foi firmado, entre a Polícia Civil e a Amrec, agora cabe à Amrec providenciar a licitação para contratar a equipe de médicos e enfermeiros. Depois eles passarão por um treinamento específico para trabalhar em aeronave. Acreditamos que nesse ano ainda, nos próximos meses o serviço já começa", projetou. O Sarasul será financiado pelas prefeituras da Amrec, com custo aproximado de R$ 65 mil, e servirá a todos os municípios entre Paulo Lopes e Passo de Torres. 

Outro avanço em estrutura será a nova sede do Saer. O serviço se mudará do atual prédio, na Vila Macarini, para uma área não muito longe dali, no Parque dos Imigrantes, no Rio Maina. "É um terreno anexo que o Município doou. Uma área junto ao parque, será um bom local e o projeto do prédio está sendo feito pela prefeitura", relatou o delegado Alan. "É necessário também resolver o repasse da emenda parlamentar que vai financiar a nova sede do Saer", comentou. O deputado federal Daniel Freitas está direcionando R$ 730 mil para a obra. "Está caminhando a parte burocrática, não está parado não", completou o delegado.