Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Plenário: “Acredito que vai ser uma chapa para ganhar no primeiro turno", Júlia Zanatta sobre PL

Confira o quadro Plenário desta quarta-feira
Por Redação Criciúma - SC, 10/11/2021 - 09:46 Atualizado em 10/11/2021 - 17:00
Foto: Arquivo / 4oito
Foto: Arquivo / 4oito

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

O quadro Plenário desta quarta-feira, 10, conduzido por Adelor Lessa, com a participação de Upiara Boschi, colocou em pauta os últimos assuntos tratados na política. Como entrevistados, trouxe o presidente do PSB, Cláudio Vignatti, e a coordenadora regional sul da Embratur, Júlia Zanatta, filiada ao PL. 

O ex-deputado federal Jorge Boeira, do PP, está prestes a se filiar ao PSB para se candidatar a governador de Santa Catarina. “Só falta ele assinar os papéis, estamos aguardando com uma certa ansiedade política e precisamos construir o potencial criativo que é um projeto de governança”, disse Vignatti. 

Para  Vignatti, não só filiados do PP são bem-vindos, como também do MDB, PSdoB e PDT,  porém, na visão de Lessa e Boschi, será uma espécie de “palanque” para o ex-presidente Lula em Santa Catarina. 

Além disso, Júlia Zanatta falou sobre a intenção de ser candidata a deputada federal nas eleições em 2022 e sua opinião em, possivelmente, dividir espaço com Daniel Freitas dentro do partido. “Quem define é o presidente Jorginho Mello, mas eu penso que não cabe dentro de um partido dois candidatos a deputado federal da mesma cidade e região”, pontuou. 

Julia, que foi candidata à prefeita de Criciúma em 2020, ainda expõe sobre a possível filiação do presidente da República, Jair Bolsonaro, ao PL. “Acredito que vai ser uma chapa para ganhar no primeiro turno, tendo o presidente, Jorginho e também o Luciano Hang como senador”. 
 
Fronteiras terrestres do Brasil 

As fronteiras terrestres do Brasil com a Argentina e Uruguai, estão fechadas desde março de 2020, em decorrência da pandemia do coronavírus. Na última temporada de verão, os hotéis de Florianópolis operaram em apenas 30% da capacidade máxima. O setor do turismo do estado perdeu R$ 376 milhões e um milhão de empregos. 

A coordenadora regional sul da Embratur, esteve em uma reunião em Itajaí nesta terça-feira, 9, discutindo a hipótese dos limites serem abertos. Atualmente, apenas a divisa com o Paraguai está liberada para passagem. Jorginho Mello também tem tratado o assunto com alguns ministros em Brasília. “Irá ter uma retomada em 2022. O Brasil tem a maior campanha de vacinação e está recuperando a confiança, já perdendo o medo da pandemia”, apontou Júlia.


 

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito