Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Para Nassif, sem elenco fica difícil para o treinador fazer o seu trabalho

Demissão de Waguinho Dias pode ser anunciada nesta quinta-feira, junto com Maringá
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 26/09/2019 - 08:21Atualizado em 26/09/2019 - 08:27
(foto: reprodução)
(foto: reprodução)

Uma reunião na manhã desta quinta-feira, 26, pode consolidar as saídas do técnico Waguinho Dias e do diretor executivo de futebol João Carlos Maringá. Para o comentarista João Nassif, a situação não poderia ter vindo a público antes de que os profissionais fossem comunicados, já que o próprio Waguinho só aceitou vir para o Tigre após o fim da Série D com o Brusque.

“O João Carlos Maringá, depois de ter sido vencido na contratação do Waguinho, já que ele queria a continuação do Wilsão, foi atropelado pelo presidente. Teve uma situação que chamaram e não era para ter sido ele, falando de prejuízos, e disse que no fim do ano sairia”, destacou Nassif.

Para o comentarista, o problema é a qualidade do elenco e dificilmente algum treinador vai conseguir fazer um bom trabalho. “Se não tem time e não tem plantel, é porque faltam recursos, ele não libera o dinheiro. E isso acaba estourando no técnico, que agora é o Waguinho Dias”, analisou.

O Criciúma ocupa a 19ª posição da Série B, mas está perto de deixar o Z-4, o que pode acontecer neste sábado, 28, quando recebe o Botafogo-SP. Enquanto segue entre os últimos, parece não existir solução. “A situação é muito complicada dentro e fora de campo. Não poderia ter acontecido o que aconteceu”, concluiu.

Ouça o comentário na íntegra: