Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Os perigos de se utilizar o celular enquanto dirige

Cenário vem sendo comum em acidentes na região nas últimas semanas
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma - SC , 20/08/2020 - 15:33Atualizado em 20/08/2020 - 15:35

Carros movimentando as ruas e pedestres de cabeça baixa, com olhar fixo nas telas de celular, enquanto atravessam nas faixas. Essas situações não são tão incomuns na região, e o simples ato de se utilizar o celular distraidamente enquanto caminha, ou principalmente enquanto dirige, pode acabar gerando alguns problemas e acidentes.

“Há cerca de um mês, acompanhava uma senhora nas adjacências da Avenida Centenário, utilizando celular enquanto atravessava a via. Não deu outra: uma senhora distraída com celular na mão, um motorista dirigindo e falando no celular e um dia chuvoso. Tinha tudo para dar errado, e deu: senhora atropelada, veículo com danos materiais, motorista levemente ferido e polícia e SAMU no local”, comentou o coronel Márcio Cabral.

O coronel elenca alguns dos tantos acidentes que vêm ocorrendo na região, no último mês, relacionado ao uso de celular e a falta de atenção. Recentemente, enquanto o coronel dirigia também pela Centenário, o motorista a sua frente acabou batendo na traseira de outro veículo - tudo isso, enquanto falava no celular.

“Um amigo me confidenciou que sua filha ia para uma das nossas escolas aqui do centro de Criciúma, passando mensagem ao celular, enviando aquelas fotos mostrando a língua ou fazendo uma careta qualquer, na batida de quanto mais feia a foto, mais repercussão positiva. Nessa desatenção, ela foi assaltada - e acabou perdendo o celular com foto feia e tudo”, destacou.

Motoristas que no telefone, desatentos, arrancaram o portão de casa; motoristas que, também no telefone, acabaram atropelando cachorros; e motoristas que, enquanto atendiam uma ligação, quase caíram da Via Rápida: a combinação carro e celular não vem tendo bons resultados - e pode acarretar em multas, com sete pontos na carteira.

“Precisamos manter o nível de atenção elevados e escolher melhor os momentos de uso do celular”, ressaltou o coronel.