Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

“O rio vai continuar subindo”, alerta morador de Araranguá 

A situação que já é complicada pode ficar ainda pior nas próximas horas
Por Gregório Silveira Araranguá, SC, 05/05/2022 - 14:47 Atualizado em 05/05/2022 - 14:56
Foto: Gregório Silveira / 4oito
Foto: Gregório Silveira / 4oito

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

O rio Araranguá está 2,99 metros acima do nível normal. Devido a cheia, vários pontos da cidade já registram alagamentos, principalmente o bairro Barranca.

Os próximos dias ainda requerem atenção já que o rio Araranguá recebe muita água das encostas da serra.  

Morador de Araranguá, acostumado a presenciar enchentes e a participar de resgates em casos com esse, o empresário Elves Becker, relatou a situação através de vídeos. “Pessoal continua subindo o rio. Para quem estava dizendo que estava baixando, não vai baixar. Essas águas só vão começar a baixar a partir de domingo”.  

Becker resolveu gravar os vídeos para alertar e orientar a população. “Eu estou mandando para os meios de comunicação porque eu conheço bem essa área. Participei de muitas enchentes aqui, inclusive na questão de salvamento, e vou dizer para vocês: continua entrando muita água para dentro das granjas (arroz). Essa parte que liga Araranguá, Meleiro e Sapiranga vai subir mais 1 metro d’ água hoje. Então; informação para os meios de comunicação, continua o rio colocando muita água. Não está saindo da granja para o rio, está saindo do rio que transbordou e está enchendo as granjas. A partir do momento que o Mãe Luzia (rio) estoura o volume de água é muito grande. São 55 rios afluentes que despejam no rio Araranguá. Vai ai a informação para os meios de comunicação: não baixou o rio, muito pelo contrário, está subindo cada vez mais.”

Em um segundo vídeo, Elves Becker, compara a atual enchente com a de 1995 em que ele participou do resgate de famílias ilhadas ou que estavam em área de risco:

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito