Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

"Nunca escolhi o PSD", diz Camila do Nascimento sobre a migração para o Podemos

A ex-vereadora participou de dois mandatos, permanecendo na Câmara durante oito anos
Letícia Ortolan
Por Letícia Ortolan Criciúma - SC, 30/06/2021 - 09:16Atualizado em 30/06/2021 - 09:17
Foto: Arquivo / 4oito
Foto: Arquivo / 4oito

A ex-vereadora de Criciúma, Camila do Nascimento, afirmou que será candidata a deputada estadual nas eleições de 2022. Em entrevista ao Programa Adelor Lessa, junto ao jornalista político Upiara Boschi, a oceonografista contou sobre a decisão de migrar do PSD, onde permaneceu por 10 anos, para o Podemos. 

Conforme Camila, o Podemos deu a oportunidade de participar da construção do partido, o que não era possível no PSD, por ser mais consolidado. “Migrar nem sempre é fácil, amadureci muito dentro do partido, tive muitos amigos e  duas eleições” destacou, completando que “nunca escolhi o PSD, eu entrei porque meu pai fazia parte, era um caminho mais fácil e já não me achava tão parecida”. 

Após disputar dois mandatos e permanecer oito anos na Câmara, não houve a vontade de participar de um terceiro. No entanto, a ex-vereadora afirma que foi uma atitude bem pensada. “Isso é bem desafiador e quem ficou sem mandato sabe, mas foi uma escolha minha e é muito interessante ver a política de uma outra óptica”, finalizou.