Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Morro da Fumaça pretende movimentar R$ 1 bilhão na economia até 2026

O Maior programa de desenvolvimento socioeconômico da história do município foi apresentando pelo prefeito em exercício, Eduardo Guollo
Por Redação Morro da Fumaça, SC, 29/04/2022 - 17:48 Atualizado em 29/04/2022 - 18:50
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

O maior programa de desenvolvimento socioeconômico, o "Desenvolve Morro da Fumaça, foi lançado na noite desta quinta-feira, dia 28, no município. O prefeito em exercício, Eduardo Guollo, anunciou o projeto que conta com R$ 12 milhões em ações voltadas às potencialidades econômicas da cidade. O programa foi apresentado à classe empresarial, no auditório do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae).

Entre as ações anunciadas pelo prefeito em exercício, estão inclusas as inaugurações das áreas industriais I e II, a formulação de um Plano de Desenvolvimento Econômico, a disponibilização de cursos profissionalizantes, técnicos, de graduação e pós-graduação, a criação da Associação Empresarial de Morro da Fumaça e a desburocratização dos sistemas operacionais da prefeitura. 

Eduardo relata que haverá a renovação do projeto cidade empreendedora com o Sebrae, e inclusive, a modernização do espaço da escola técnica para melhorar a área de cursos, e consequentemente, oferecer profissionais capacitados para o mercado de trabalho no setor produtivo do município. “O nosso foco até 2024 estará no desenvolvimento econômico. Dialogamos com o setor produtivo e entendemos quais são as maiores necessidades deles. Queremos atrair novas empresas e ser parceiro das empresas já instaladas aqui. Dessa forma, nossa cidade irá crescer e teremos condições de investir e melhorar cada vez mais a qualidade de vida do cidadão”, detalha o prefeito em exercício Eduardo Sartor Guollo, responsável pela coordenação do programa.

A expectativa do Governo Municipal é, ao menos, capacitar 2 mil pessoas até 2026, gerar 400 novos Cadastros Nacionais de Pessoa Jurídica (CNPJs) e movimentar R$ 1 bilhão na economia. “Fomos bem pés no chão, todos os números foram apresentados com muita segurança. Sabemos que temos potencial de atingirmos resultados muito maiores e vamos em busca disso, pois temos certeza que é possível alcançar”, pontua.

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito