Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Moacir Pereira: Até agora, julgamentos de Moisés foram marcados por surpresas

Jornalista destaca cautela para definir previsões sobre o processo desta sexta-feira
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Florianópolis - SC, 07/05/2021 - 08:41Atualizado em 07/05/2021 - 08:42
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Acontece nesta sexta-feira, 7, o segundo julgamento de impeachment contra o governador Carlos Moisés da Silva, referente a fraude dos 200 respiradores. Essa será a quarta vez que Moisés irá encarar o Tribunal Misto de deputados e desembargadores. De acordo com o jornalista Moacir Pereira, até agora, os julgamentos foram marcados por surpresas.

“No primeiro, sobre a isonomia salarial dos procuradores, o deputado Sargento Lima rompeu o acordo dentro do plenário e salvou a vice Daniela. Isso provocou a reversão de votos de outros deputados na votação final sobre o julgamento, definindo a salvação de Moisés. Já em 26 de março, na questão dos respiradores, o cenário indicava que haveria empate. A alegação é de que os cinco desembargadores estavam fechados com Moisés contra o afastamento. No fim da votação, surgiu o inesperado voto de Laércio Schuster, que definiu o segundo afastamento”, pontuou o jornalista.

Visto o histórico dos julgamentos até então, Moacir destaca que é preciso cautela antes de definir previsões de pareceres para o processo desta sexta, em relação aos deputados e desembargadores. 

Confira o comentário completo do jornalista, feito nesta sexta-feira no programa Adelor Lessa: