Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Marília Dutra será a voz feminina da Cocalfest

Ela vai subir ao palco da festa de Cocal do Sul no dia 28 de setembro
Por Redação Cocal do Sul, SC, 13/06/2019 - 14:45
Arquivo / 4oito
Arquivo / 4oito

Depois do anúncio da principal atração da VII Cocalfest, o show nacional com Daniel, é hora de apresentar mais uma fera da música sertaneja. Marília Dutra subirá ao palco da festa no dia 28 de setembro, às 21h, para o Especial Raízes. A jovem foi finalista do CountryStar em 2007, eleita a melhor Cantora Country do Brasil em 2008, destaque na Garagem do Faustão em 2009, prêmio Qualidade Brasil – categoria melhor cantora em 2013 – São Paulo, prêmio da Música Catarinense – categoria melhor cantora em 2014 e homenagem do Troféu Lussa Librelato – Melhor cantora em 2015.

Marília Dutra também fará o show de lançamento da VII Cocalfest no dia 14 de setembro, às 20h30, na praça da igreja matriz. Para o presidente da CCO e secretário de turismo, Juarez Fogaça a Marília Dutra, cantora e compositora, será a voz feminina da nossa VII edição da Cocalfest. “Ela irá nos agraciar com um repertório fantástico que fizeram sucesso e são eternizadas até hoje por várias gerações. Será uma grande noite, tanto no lançamento quando na programação da nossa Cocalfest”, ressalta.

Saiba mais sobre Marília Dutra

Começou a cantar aos 11 anos. Viver da música sempre foi um sonho e sua meta. E foi assim que ela chegou à final do reality show CountryStar, após ter sido escolhida entre mais de 4000 meninas de todo país. Marília foi premiada com uma viagem aos EUA, para conhecer a cidade de Nashville, berço da música country. Em 2008, lançou seu primeiro single: "Sonhar é amar você", grande sucesso no sul do país. No ano seguinte, gravou seu primeiro álbum, intitulado "Você está em mim", com 10 canções próprias e as regravações: “Por te amar demais”, gravada por Bruno & Marrone e “Porta-Retrato”, de Edson & Hudson.

Em 2010, provocou a histórica reunião dos irmãos Donghia, fundadores do grupo Grafite para regravar “Mamma Maria”, sucesso dos anos 80, emplacando na trilha da novela Malhação da Rede Globo. A trilha na novela, lhe rendeu entrevista no programa Estúdio i da Globo News, além de menção no quadro Vídeo Game do Vídeo Show, apresentado por Angélica. Já cantou ao lado de Bruno & Marrone, Victor & Leo, Guilherme & Santiago, Chitãozinho & Xororó e Gian & Giovani.

Em 2012 lançou o CD "Entre o amor e a canção", com 16 faixas, sendo 10 composições próprias, e algumas participações especiais como é o caso da música feita especialmente para ela pelo cantor e produtor americano Eric Silver. Em 2014 participou do programa Silvio Santos, no SBT, cantando o sucesso de Roupa Nova. Em 2015 estreou o projeto Divas, um show onde a cantora e sua banda, homenageiam diversas cantoras nacionais e internacionais, destacando os maiores hits das divas mundiais. Em 2016 lançou o single“Livre pra voar” que teve chamada no programa “Máquina da Fama” da Patricia Abravanel no SBT.  Em 2017 lançou a música “Ultima vez”, composta e produzida pela cantora. No mesmo anorealizou  o Especial Divas 2 e o Especial Raizes.

Atualmente, trabalha na divulgação do projeto “Presente”, um áudio visual com 8 canções que já foram gravadas por ela anteriormente, porém ganharam um “remake” especialdentro do Estúdio Mosh - São Paulo. Este projeto traz a maturidade da cantora no tempo presente e vem forma de presente aos fãs e seguidores. Lançou também um vídeo clipe de sua canção inédita chamada “Tempo” em 2018.