Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

“A Playboy da Xuxa foi a mais difícil de conseguir”

Maior colecionador da revista no mundo, Guerrinha falou sobre as preciosidades e valores pagos por um exemplar
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 29/09/2017 - 14:47
(foto: divulgação)
(foto: divulgação)

Morreu na última quarta-feira (27) Hugh Hefner, considerado por muitos um mito, por ser o criador da Playboy. Conhecido como o maior colecionador da revista no planeta, Raimundo Stenio Silva Sampaio, o Guerrinha, concedeu entrevista ao Programa do Avesso, da Som Maior FM, falando sobre os exemplares.

“A da Xuxa foi a mais difícil de conseguir. Ela saiu e logo foi retirada das bancas, hoje ainda é raridade. Mas, a mais desejada é da Joana Prado, a Feiticeira”, destacou Guerrinha. 

O colecionador possui mais de oito mil exemplares, guardando revistas desde os 11 anos. Ele contou que já chegou a pagar milhares de reais em um exemplar. “A mais cara que comprei foi da Sônia Braga, por R$ 5 mil. A da Cláudia Ohana também é bem famosa por ser exótica”, afirmou.

Outra história conhecida é ter vendido uma revista para o apresentador Silvio Santos, mas ele não revela qual foi a opção escolhida. "Isso aí é segredo pro resto da vida. Todo mundo pensa [que é da Helen Ganzarolli], mas vamos deixar no ar", disse aos risos.

Para finalizar a conversa, o colecionador deu a sua opinião sobre as mulheres que posam nua em revistas. "São profissional né, quem saí na playboy é porque já está na mídia", completou Guerrinha.