Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Governador Moisés deve voltar ao cargo nesta sexta-feira

Ao que tudo indica, não haverá votos suficientes para decretar a cassação de seu mandato
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma - SC , 26/11/2020 - 07:48Atualizado em 26/11/2020 - 07:50
Foto: divulgação
Foto: divulgação

Afastado da chefia de Santa Catarina desde o dia 29 de outubro, o governador Carlos Moisés da Silva deverá retornar ao cargo ainda nesta sexta-feira, 27. Ao que tudo indica, não haverá votos suficientes a favor do impeachment do governador em relação ao aumento salarial dado aos procuradores do estado.

Um dos principais fatos que deve implicar em seu retorno, aconteceu nesta quarta-feira, com o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC) acolhendo a reclamação dos procuradores do estado contra o bloqueio salarial da isonomia dos procuradores. 

“Essa decisão foi comemorada pelos procuradores e pelo grupo que apoia o governador Moisés, e na contramão dos apoiadores do impeachment. Na prática, os procuradores tiveram duas vitórias: a garantia de legalidade de equivalência salarial com os procuradores legislativos e também com o pagamento dos atrasados”, declarou o jornalista e comentarista político, Moacir Pereira.

Segundo Moacir, no meio político a decisão do judiciário praticamente garante a volta de Moisés nesta sexta, após o julgamento do tribunal misto sobre o pedido de impeachment. “A previsão é de que o sétimo voto que garantiria a cassação de Moisés já não existe mais entre os 11 membros do tribunal”, pontuou.

A intensa movimentação política de bastidores realizadas por Moisés também indicam o seu retorno com um novo comportamento. De acordo com Moacir, o governador vem conversando com lideranças políticas, parlamentares e prefeitos e mostrando disposição em mudar sua relação com as prefeitos e com o legislativo.

“O MDB reuniu a sua bancada e decidiu participação no futuro do governo. Além disso, Moisés voltou a se reunir com o presidente da Alesc, Júlio Garcia, mais um indicativo de que ele volta amanhã ao governo de SC”, comentou Moacir.

O que se tem dúvidas, no entanto, é se a sessão de julgamento do impeachment realmente acontecerá nesta sexta-feira. Isso porque dois dos parlamentares que compõem o tribunal misto, os deputados Kennedy e Vampiro, estão afastados por Covid-19, e o rito determina que as sessões de julgamento devem acontecer de forma presencial.