Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Gilson Pinheiro admite possível candidatura a prefeito

Empresário integra movimento apartidário que trabalha um projeto de oposição a Clésio Salvaro para 2020
Denis Luciano
Por Denis Luciano Criciúma, SC, 08/05/2019 - 09:56Atualizado em 08/05/2019 - 11:07
Foto: Daniel Búrigo / 4oito / Arquivo
Foto: Daniel Búrigo / 4oito / Arquivo

Crítico contumaz do prefeito Clésio Salvaro (PSDB), o empresário Gilson Pinheiro articula um movimento, intitulado Renova Criciúma, que visa lançar uma alternativa ao eleitorado de Criciúma em 2020. "Uma alternativa de oposição. Aqui em Criciúma hoje não temos oposição, somente situação. O nosso movimento é por mais cidadania", define.

Pinheiro vem mantendo uma série de reuniões com lideranças de diversos partidos nos últimos meses. As conversas vão desde o vereador Júlio Kaminski (ainda no PSDB, mas com possível destino ao DEM), passando pelo advogado Jeferson Monteiro (pré-candidato dentro do MDB), a ex-vereadora Tati Teixeira (PPS). Há poucos dias esteve em reunião com o secretário da Casa Civil do governador Carlos Moisés (PSL), Douglas Borba.

Gilson Pinheiro com Douglas Borba, secretário da Casa Civil do governo Moisés e liderança do PSL catarinense

“Eu tenho conversado com a sociedade, estamos formando uma equipe muito grande, para que a gente possa definir as diretrizes básicas que o nosso movimento deseja. O nosso movimento é apartidário, eu mesmo não tenho filiação há mais de 20 anos”, afirmou. Mas o empresário saiu da conversa com Borba e outros líderes do PSL confiante. "Fiz considerações sobre o status quo das políticas públicas em Criciúma. Encontrei eco em vários comentários que fiz", resumiu. O PSL já definiu que terá candidato a prefeito em Criciúma.

Mas em nível partidário, já que é necessário abrigar o projeto em alguma sigla para concorrer, Pinheiro tem uma preferência pessoal. “Eu tenho uma enorme simpatia pelo partido Novo. É o que eu mais tenho admiração, eles tem uns gatilhos importantes para não filiar picareta e não deixar picareta ser candidato", comentou. "Mas falta muito tempo para as eleições, a nossa preocupação básica é nos prepararmos para apoiar um candidato no ano que vem”, emendou.

Pinheiro conversou com Eduardo Ribeiro, presidente do NOVO em Santa Catarina

O empresário tornou-se crítico mais severo da gestão de Salvaro quando do recente projeto de travessia de pedestres na Avenida Centenário, que visa instalar um túnel para passagem de veículos diante da Estação Rodoviária. Na ocasião, Pinheiro insistiu na inviabilidade da proposta. "Eles estão sabotando o diálogo, chamaram uma audiência pública próximo ao Natal. Eles estão fugindo do debate com a sociedade organizada”, disse, na época em que a intenção da obra foi tornada pública.

Desde então, Pinheiro começou a aguçar a oposição a Salvaro. “A pessoa que está no poder se acha o dono, que pode tudo”, disparou hoje, em entrevista à Rádio Som Maior. “A gente não pode só ficar emendando um parque atrás do outro e cada parque que sai é a custa de muito sangue da população. A gente não pode sacrificar a saúde dos criciumenses para ficar enchendo a cidade de parques. Eu não sou contra parques e até tenho em mente de lançar uma ideia aí, de um parque ecológico”, anunciou, já antecipando um projeto que defende.

Sobre o futuro da cidade, o empresário apontou a necessidade de a cidade ser pensada. "Temos uma cidade praticamente sem cérebro. O que temos para Criciúma daqui a oito anos? Nada. O que a gente sabe é o que o prefeito quer para ele, pessoalmente", criticou.

Vereador Julio Kaminski e advogado Jeferson Monteiro em reunião com Pinheiro

Indagado a respeito da possibilidade de ele próprio ser o candidato, Pinheiro informou que as sondagens prosseguem, e há outras lideranças, mas não negou a chance. "Se ninguém quiser, o prefeito deve saber que não pode disputar contra o vento", arrematou. Há poucos dias, Gilson Pinheiro esteve na Câmara de Vereadores participando de um debate e o jornalista Adelor Lessa fez uma postagem sobre a alternativa do nome dele para concorrer à prefeitura. Relembre.

Confira no podcast a entrevista de Gilson Pinheiro à Som Maior nesta quarta-feira.