Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Em meio à crise, vice assume a prefeitura em Lauro Müller

Presidente da Câmara explica como foi notificado da operação do Gaeco que investiga possíveis fraudes. Prefeito vai se manifestar por nota
Denis Luciano / Heitor Araújo Lauro Müller, SC, 02/12/2019 - 11:48Atualizado em 02/12/2019 - 11:55
Pedro Barp com o prefeito Valdir Fontanella / Arquivo / Divulgação
Pedro Barp com o prefeito Valdir Fontanella / Arquivo / Divulgação

O vice Pedro Barp (PSB) é o prefeito de Lauro Müller desde a manhã desta segunda-feira, 2. O prefeito Valdir Fontanella (PP) está afastado por 180 dias por conta das investigações da Operação Seguindo Rastro, do Ministério Público (MP-SC) e do Gaeco. A operação apura possíveis irregularidades na contratação de horas de serviço de máquina que trabalhavam em obras de Lauro Müller nos últimos três anos. A operação estende-se também por Orleans, Criciúma e São José.

"A informação que a gente tem, eu recebi uma ligação perto das 8h, às 7h35min, recebi uma ligação perguntando onde eu morava, pois precisavam me entregar um ofício. Passei o endereço, foi a viatura da PM juntamente com alguém representando o Tribunal de Justiça, me entregaram o ofício falando sobre a suspensão do exercício da função pública do prefeito Valdir Fontanella por até 180 dias ou até a reavaliação das medidas após a coleta de provas mencionadas nos autos", contou o vereador Luciano Leodato (PSB), presidente da Câmara, em entrevista à Rádio Cruz de Malta. "É o que eu tenho. Fui notificado, eles notificam tanto o presidente da Câmara quanto o vice-prefeito. Mas posso falar do ofício que eu recebi, falando do afastamento do nosso prefeito", explicou.

Confira também - Prefeito afastado: por enquanto, silêncio em Lauro Müller

Leodato confirmou que, por enquanto, o vice Pedro Barp é quem comanda a prefeitura pelos próximos seis meses. "Isso. Nesse momento o prefeito é Pedro Barp. Fomos notificados. Não tenho detalhes, o Gaeco está na cidade, o ofício é assinado pelo desembargador José Everaldo Silva. É o ofício que eu recebi na minha residência, vamos aguardar, isso cabe a gente ficar observando de perto", emendou. O vereador comentou que o tema deverá dominar a pauta da Câmara na sessão desta segunda. "Estarei convocando reunião com os vereadores, falei com o diretor da Casa, temos que aguardar até que venham outras notícias, o que fazer, como fazer", completou o presidente do Legislativo.

Pronunciamento oficial

O prefeito afastado só vai se manifestar, por nota oficial, no fim do dia. "Ainda estamos todos em atendimento, então não temos todas as informações. Assim que tivermos, com a orientação jurídica, comunicaremos", destacou a secretária de Administração do município, Ana Rúbia. A localização atual de Valdir Fontanella não é conhecida.

Confira também - Por investigação do Gaeco, prefeito é afastado em Lauro Müller